13.09.19

Inventando moda

Jair Bolsonaro tem cogitado com o ministro Ernesto Araújo incluir Israel em sua viagem à Ásia e ao Oriente Médio em outubro. Aos olhos sensatos do corpo diplomático, trata-se de um desatino. A recomendação é não misturar as estações, sob risco de contaminar as visitas já programadas a Arábia Saudita, Emirados Árabes e Qatar. Já bastam os ruídos que Bolsonaro provocou com a ideia de transferir a embaixada para Jerusalém.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.