Destaque

Inteligência de dados vai ditar a reestruturação da Alpargatas

  • 19/12/2023
    • Share

Dados, dados e mais dados! O novo CEO da Alpargatas, Liel Miranda,   pretende transformar a fabricante das Havaianas em uma empresa “data driven”. A inteligência de dados terá um papel fundamental para a correção dos gaps e problemas operacionais que levaram os Moreira Salles, controladores da companhia, a mudar o comando executivo. Os planos de Miranda contemplam um expressivo investimento em IA, big data, algoritmos e chatbots.

O espectro é sortido. Os dados terão um peso determinante para calibrar melhor as projeções de venda, frear as perdas de produtividade nas fábricas, eliminar falhas no sistema de logística e direcionar os gastos com marketing. Uma das prioridades é afinar os modelos preditivos de distribuição, para evitar erros e consequentemente prejuízos como os que ocorreram na operação da empresa na Europa.

Houve um superdimensionamento da demanda, que não se comprovou. Resultado: estoques bem acima dos níveis históricos e duras perdas por conta dos custos de manutenção. A inteligência de dados vai guiar também o redesenho do portfólio da Alpargatas e o ritmo de renovação dos produtos. Procurada pelo RR, a Alpargatas não se manifestou.

Liel Miranda é o homem certo na hora certa para conduzir a transição digital da Alpargatas. O executivo traz no currículo a revolução na Mondelez, de onde saiu para assumir a gestão executiva da empresa dos Moreira Salles. Sob sua gestão, a fabricante de alimentos, chocolates e guloseimas mergulhou em uma jornada digital, com forte ênfase na captura e mineração de dados, notadamente operacionais e de consumo.

Parte expressiva dos mais de 500 mil pontos de venda no país foram conectados. Os 2,5 mil produtores de venda da companhia passaram a alimentar a Mondelez com informações quase em tempo real: do volume de vendas à disponibilidade de produtos nas gôndolas. Guardadas as devidas proporções, a Alpargatas precisa de algo similar.

#Alpargatas #Havaianas #Liel Miranda #Moreira Salles

Leia Também

Todos os direitos reservados 1966-2024.

Rolar para cima