Há um “laranjal” na Reserva Chico Mendes

  • 23/06/2020
    • Share

O Ministério do Meio Ambiente tem recebido denúncias de que pecuaristas vêm bancando a permanência de aproximadamente 800 famílias instaladas irregularmente na Reserva Chico Mendes, no Acre. Algumas delas teriam conseguido, inclusive, “comprar” lotes na região, o que é proibido. Essas famílias, que vivem do extrativismo vegetal, estariam sendo usadas pelos pecuaristas como biombo, para esconder o desmatamento de áreas de proteção ambiental, ilegalmente transformadas em pasto. ONGs da área ambiental cobram do ministro Ricardo Salles – aquele que deixa passar a “boiada” – uma solução para o problema.

#Ministério do Meio Ambiente #Reserva Chico Mendes

Leia Também

Todos os direitos reservados 1966-2024.

Rolar para cima