17.04.18

Garoto-propaganda

O PPS do Rio vai centrar forças na candidatura de Marcelo Calero, visto como potencial puxador de votos para a Câmara dos Deputados. Nas contas do partido, o ex-ministro da Cultura poderá arrastar com ele pelo menos mais dois eleitos. Calero ficou célebre ao deixar o governo Temer após denunciar o então ministro Geddel Vieira Lima, que pressionava o Iphan da Bahia a liberar as licenças de um prédio em Salvador onde havia adquirido um imóvel.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.