fbpx
20.09.19

Em busca do waiver da Avenida Chile

O governador Romeu Zema tem feito gestões junto ao presidente do BNDES, Gustavo Montezano, para que o banco prorrogue mais uma vez o vencimento do empréstimo de R$ 933 milhões relativo à construção do parque eólico de Alto Sertão III, na Bahia. O empreendimento pertence à Renova Energia, leia-se Cemig e Light. O financiamento venceria em agosto, mas o banco já concedeu um primeiro waiver e esticou o prazo para 15 de outubro. Não foi o suficiente. O acordo com o BNDES é um dos movimentos necessários para viabilizar a venda de Alto Sertão III à AES Tietê, uma operação da ordem de R$ 400 milhões. Trata-se de um negócio fundamental para a própria sobrevivência da Renova.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.