Empresa

Eletrobras deixa um pé na porta de saída da Celesc

  • 19/06/2024
    • Share
Corre no setor elétrico que a Eletrobras está reavaliando a sua permanência no capital da Celesc. A participação de 10% na empresa catarinense é uma herança dos tempos pré-privatização, que perdeu muito do seu sentido. A Eletrobras não tem influência sobre a gestão da Celesc. Pelo contrário. Está atada e indexada ao governo de Santa Catarina – a empresa é uma das duas últimas distribuidoras de energia ainda estatal, ao lado da Cemig. A manutenção no capital ainda poderia ter um valor estratégico caso houvesse perspectiva de privatização da Celesc. Não parece ser o caso – no último dia 8, em entrevista ao Valor, o presidente da companhia, Tarcísio Estefano Rosa, disse com todas as letras que a venda do controle está descartada. Tomando-se como base apenas o market cap da Celesc, os 10% de participação são fichinha no portfólio de ativos da Eletrobras: valem algo em torno de R$ 265 milhões. Procurada pelo RR, a empresa não se manifestou.

#Celesc #Eletrobras #pré-privatização

Leia Também

Todos os direitos reservados 1966-2024.