fbpx

A pedido da ministra Tereza Cristina, o Ministério da Justiça e a Polícia Federal vão fazer operações especiais para conter o contrabando de arroz na fronteira com a Argentina. Ou seja: por um perverso efeito colateral, o preço do produto tende a subir ainda mais no mercado interno.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.