Esportes

CBF tira de cena mais de um milhão de camisas piratas

  • 5/12/2022
    • Share

A poucas horas da seleção brasileira entrar em campo pelas oitavas de final da Copa, a CBF comemora uma marca: de outubro para cá, a entidade estima ter tirado de circulação mais de um milhão de camisas piratas. A operação de guerra contra a venda de produtos falsificados – antecipada pelo RR em setembro  – tem se dado em várias frentes. A CBF fechou um acordo com o Instagram para derrubar perfis com anúncios de camisas piratas da seleção – segundo RR apurou, mais de 150 contas foram suspensas até o momento. Além disso, a entidade tem pressionado plataformas de e-commerce para coibir a venda de produtos clandestinos. No Mercado Livre, por exemplo, a varredura foi radical: não há um só anúncio de uniformes falsificados, utilizando clandestinamente a marca da Nike. Em tempo: a CBF vai usar essa caçada contra uniformes piratas como moeda de troca na renovação do patrocínio da Nike.  

 

#CBF #Mercado Livre #Nike

Leia Também

Todos os direitos reservados 1966-2024.

Rolar para cima