13.07.18

Cármen Lúcia vs. segunda instância

O alarido jurídico provocado pelo “solta, não solta” de Lula no último domingo não sensibilizou a presidente do STF, Cármen Lúcia. Ela própria tem feito questão de deixar isso claro entre seus pares na Suprema Corte. Segundo o RR apurou, nesta semana, em conversas reservadas ao menos com dois colegas do STF, reafirmou assertivamente que não vai levar a plenário o julgamento sobre a prisão após condenação em segunda instância.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.