fbpx
19.06.19

Agricultura busca “anticorpos” contra vaca louca

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, negocia com a equipe econômica a liberação de verba suplementar para a Pasta. O objetivo é garantir a contratação imediata de cerca de 150 médicos veterinários já aprovados em concurso público. A medida, que vem sendo postergada desde o governo passado, passou a ser tratada como prioridade na Agricultura.

Há um consenso de que é preciso dar uma resposta rápida ao mercado após o recente registro de um caso de mal da vaca louca no Mato Grosso. Ainda que um episódio isolado, foi o suficiente para a suspensão dos embarques de carne para a China entre os dias 3 e 13 deste mês. As exportações foram retomadas na última sexta-feira, mas a ameaça de novo embargo paira no ar. Procurado pelo RR, o Ministério da Agricultura não se pronunciou.

Estima-se que exista um déficit de cerca de 300 veterinários para fiscalizar os mais de 700 frigoríficos em funcionamento no país. A verba necessária para cobrir a contratação de metade desse efetivo seria da ordem de R$ 50 milhões por ano. Está longe de ser um valor exorbitante, sobretudo diante do que está em jogo: um produto que gera mais de US$ 7 bilhões por ano em divisas para o país. Ocorre que o orçamento da Agricultura vem sendo seguidamente escalpelado. Dos R$ 2,8 bilhões previstos inicialmente, cerca de R$ 850 milhões já foram cortados.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.