fbpx
23.12.15

A sinuosa estrada entre a CR Almeida e Beto Richa

 Em meio aos rumores sobre a venda da CR Almeida, os herdeiros de Cecilio do Rego Almeida tremulam a bandeira branca na direção de Beto Richa. A reaproximação com o governador do Paraná tem sido conduzida por Marcelo Almeida, um dos acionistas do grupo. Na prática, o ex-deputado federal está reconstruindo a ponte que ele mesmo dinamitou. Em 2014, em sua campanha para o Senado, Almeida fez duros ataques a Richa. Acabou angariando um adversário para o grupo.  A tentativa de armistício com Richa carrega alta dose de pragmatismo. Nos últimos meses, Richa tem ameaçado rever os contratos de concessão de rodovias estaduais, sob o argumento de que alguns são lesivos aos interesses do Estado. Para muitos, o tiro tem endereço certo. A medida atingiria em cheio a Ecorodovias, da CR Almeida, que administra duas estradas. O risco de perda das licenças afetaria a precificação do grupo no caso de venda do controle. Consultado, o governo do Paraná confirmou estar disposto a renovar as concessões mediante novas exigências, como redução de tarifas e aumento dos investimentos. A CR Almeida, por sua vez, não quis se pronunciar.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.