fbpx
08.04.20

A “pandemia” das queimadas

Em meio à crise do coronavírus e seu imensurável impacto fiscal, uma grave questão volta à ordem do dia. Os governadores da Região Norte estão pleiteando ao vice-presidente Hamilton Mourão, coordenador do Conselho da Amazônica, aproximadamente R$ 500 milhões para ações de combate a queimadas. “De onde” e “se” o dinheiro vai sair, não se sabe. A única certeza é que o calendário aponta para a chegada de um momento crítico: em maio, começa o regime de secas na região, quando a incidência de incêndios na Floresta Amazônica dispara.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.