fbpx
16.06.20

A inflamável Funai de Bolsonaro

ONGs da área indígena e técnicos da Funai estão apreensivos com o aumento da tensão entre os líderes da tribo Waimiri Atroari, em Roraima. Nas últimas semanas, caminhões com Gás Natural Liquefeito passaram a trafegar dentro dos limites da reserva. A circulação dos veículos – bombas ambulantes carregadas com centenas de litros de combustível – teria sido autorizada pela própria direção da Funai. Entre os indigenistas, há o temor de eventuais reações mais violentas por parte dos nativos. Há alguns anos, os Waimiri Atroari conseguiram brecar que o traçado da linha de transmissão Manaus-Boa Vista atravessasse a aldeia por questões de segurança e de ordem ambiental. Mas, como se sabe, índio e meio ambiente estão longe de serem prioridades do governo Bolsonaro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.