A esperança é sempre a última que morre…

  • 29/04/2016
    • Share

 Apesar de todos os pesares e do mau momento da indústria siderúrgica, o governador Flavio Dino mantém a esperança de convencer a Baosteel a instalar uma usina no Maranhão. Executivos do grupo chinês são aguardados em São Luís nas próximas semanas para uma nova rodada de negociações – em janeiro, assessores de Dino estiveram em Pequim. O governo do estado já colocou seu pacote de benefícios sobre a mesa, com a oferta de um terreno, contrapartidas em infraestrutura e incentivos fiscais, leia-se ICMS. O projeto original da Baosteel prevê a construção de uma usina com capacidade de dez milhões de toneladas/ano, ao custo de US$ 9 bilhões. Parte seria financiada por agências de fomento chinesas. Inicialmente, a Arcelor faria parte do negócio, mas essa possibilidade já está descartada.

#Baosteel

Leia Também

Todos os direitos reservados 1966-2024.