fbpx
09.11.18

A bronca do “Comandante”

José Dirceu anda irritado com os dirigentes do PT. Em reuniões fechadas, a cúpula do partido tem citado recorrentemente o nome do “Comandante” na lista dos companheiros que caíram acusados de corrupção, sempre ao lado de Antonio Palocci. Dirceu tem enfatizado em seu círculo restrito de amizades que é inocente e foi condenado sem provas. Já em relação a Palocci não economiza nos ataques ácidos àquele que “enriqueceu e depois delatou”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.