05.01.17
ED. 5532

Ministro da controvérsia

As declarações do ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, minimizando a participação de facções criminosas no massacre do presídio de Manaus, caíram muito mal no Planalto. A comunicação da Presidência já se prepara para uma nova enxurrada de ataques ao boquirroto ministro. No passado, Moraes teve clientes vinculados ao PCC – o temido Primeiro Comando da Capital.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.