04.10.18
ED. 5967

Lula vs. Dallagnol: vale a pena ver de novo?

O Conselho Nacional do Ministério Público Federal lncluiu na pauta de julgamentos da próxima quarta-feira, 10 de outubro, três dias após o primeiro turno, a apreciação da nova queixa da defesa de Lula contra os procuradores da Lava Jato. Os advogados do ex presidente alegam que o MPF tem violado garantias e direitos legais e pedem a abertura de um processo administrativo. O alvo principal é Deltan Dellagnol, coordenador da força-tarefa. A julgar pelo retrospecto, vai ser mais um tiro n ́água. Até o momento, a defesa do petista perdeu todas as suas representações contra os procuradores no colegiado do MPF. Em abril, o Conselho barrou queixa contra integrantes da força-tarefa que, segundo os advogados de Lula, havia desrespeitado “os deveres funcionais e o princípio da presunção de inocência”. Pouco depois, outra representação foi arquivada, também por unanimidade.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.