01.10.15
ED. 5218

Holofotes sobre a Gerdau

A Gerdau tem fortes motivos para acompanhar a 19ª Reunião da CPI do Carf, programada para hoje, às 9h. Está prevista a votação do requerimento do senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO), com o pedido de acareação entre Hugo Rodrigues Borges e Gegliane Maria Bessa Pinto. Os parlamentares estão convictos de que conseguirão extrair desse encontro face a face novas revelações sobre as empresas investigadas na Operação Zelotes, mais particularmente a Gerdau. Hugo e Gegliane trabalhavam no J.R. Silva Advogados & Associados, escritório de advocacia de José Ricardo da Silva, ex-integrante do Carf e, segundo as investigações, um dos principais beneficiados do suposto esquema de propinas montado no Conselho. Em seus depoimentos individuais à CPI, ambos deram detalhes das relações do escritório com políticos e empresas. Neste caso, os holofotes se voltam na direção da Gerdau. José Ricardo da Silva foi relator de duas causas movidos pela Gerdau para contestar cobranças do Fisco da ordem de R$ 4 bilhões. Em janeiro do ano passado, a conselheira Susy Hoffmann pediu vistas dos dois processos, interrompendo o julgamento. Poucos dias depois, Silva deixou o Carf.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.