Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

Planos
15.08.19
ED. 6179

Comperj é um caso de polícia

A Petrobras fez um segundo pedido ao governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, para que tome as medidas de combate ao tráfico na região do Comperj, no município de Itaboraí. A exemplo das regiões próximas do Jardim Catarina e Salgueiro, o Comando Vermelho (CV) domina a área, impedindo a construção de projetos estruturantes. A estrada UHOS, que liga o píer, na Praia da Beira, ao Complexo Petroquímico, tornou-se uma via expressa do crime.

Por onde deveriam ser transportadas milhares de toneladas de peças, são encontrados grupos paramilitares que lembram as FARCs. Em Itaoca, São Gonçalo, a 18 quilômetros do píer, vasos pressurizadores, torres e reatores, entre outros, aguardam a liberação para atravessar o percurso em direção ao Comperj. Quem manda na região não é o estado, mas o CV. Para Wilson Witzel esse tem sido o pior dos mundos. O governador tem assistido aos investimentos de US$ 13 bilhões já realizados no Complexo Petroquímico se depreciarem, ao mesmo tempo em que os aportes de US$ 57 bilhões ainda a serem realizados ficam cada vez mais distantes.

Segundo uma fonte do RR, Witzel é favorável ao enfrentamento para resolver a situação. Só que o aparelho de segurança do estado não tem poder de fogo e tampouco capacidade de ocupação para evitar que os traficantes, uma vez expulsos, retornem posteriormente. Uma das hipóteses seria chamar os militares novamente para uma “intervenção tópica”, restrita e mais duradoura. Mas é necessário verificar sua viabilidade à luz da Constituição. Enquanto o CV manda e desmanda, os chineses, que já confirmaram sua participação no investimento, vão exercendo a arte da paciência milenar. E dezenas de milhares de empregos ficam voando. Só não vão faltar maconha, cocaína e crack.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.08.19
ED. 6179

Putin & Morales na terra de Bolsonaro

Uma dobradinha “comunista” poderá se formar sob o teto da Unidade de Fertilizantes de Nitrogenados de Três Lagoas (MS). Prestes a comprar o empreendimento da Petrobras por aproximadamente R$ 8 bilhões, a russa Acron estaria em conversações com a boliviana YFB para a sua entrada no negócio. Em troca do fornecimento de gás para a unidade – cerca de 2,3 milhões de m3 por dia – a estatal do país andino assumiria até 30% do capital da empresa. Sempre há o risco de os anticorpos ideológicos de Jair Bolsonaro reagirem à negociação. Mas o presidente da Bolívia, Evo Morales, e Bolsonaro têm trocado alguns afagos recentes.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.08.19
ED. 6179

Intercept Lula

Ideia que circula entre a carceragem da PF em Curitiba e a sede do PT em São Paulo: uma nova entrevista de Lula a Glenn Greenwald, desta vez com transmissão ao vivo nas redes sociais. Parece algo sob medida para ser vetado pela Justiça.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.08.19
ED. 6179

Uniasselvi à venda

A gestora norte-americana Apollo Management estaria em negociações para a compra da Uniasselvi, controlada pelo Carlyle e pela Vinci Partners. A rede de universidades estaria avaliada em aproximadamente R$ 1,6 bilhão.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.08.19
ED. 6179

Mil e uma noites

O governo Bolsonaro abriu um canal de interlocução com o fundo soberano Abu Dhabi Fund for Development para investimentos no agronegócio, notadamente no Centro-Oeste. Projetos serão discutidos na viagem da ministra Tereza Cristina a países árabes em setembro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.08.19
ED. 6179

“Vivo finance”

A Vivo vai virar “fintech”. A operadora está desenvolvendo uma nova plataforma de pagamentos eletrônicos via celular. A ideia é montar centenas de parcerias com redes de lojas e sites de e-commerce. O negócio já sairia do chão com um universo potencial de 70 milhões de clientes a ser prospectado – o número de celulares ativos da companhia.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.08.19
ED. 6179

Desfalques à vista no CNMP

O pedido de recondução de Dermerval Farias, Lauro Machado Nogueira, Marcelo Weitzel, Sebastião Caixeta e Silvio Roberto Amorim para o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) está parado no Senado há duas semanas. Se não for votado até o dia 31 deste mês, quando expira o mandato do quinteto, o CNMP pode parar. Não haveria quorum suficiente para a próxima reunião, marcada para a primeira quinzena de setembro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.08.19
ED. 6179

Os homens do baú

Em conversa nos bastidores, por ocasião da recente participação de Luciano Hang no programa Silvio Santos, o Homem do Baú levantou a bola para o empresário: disse que o dono da Havan daria um ótimo apresentador de TV, notadamente de um show de prêmios. Chegou a citar como referência o sócio da Rede TV, Marcelo Carvalho, que sem qualquer experiência anterior no vídeo pulou para a frente das câmeras. Hang, não custa lembrar, já é um dos principais patrocinadores do SBT.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.08.19
ED. 6179

Parada de sucessos do Judiciário

Música não é muito a praia do RR. Mas o cantor Gusttavo Lima, coqueluche do sertanejo universitário, tem feito por onde para figurar nestas páginas. O cantor foi condenado pela 7ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio a pagar uma indenização de R$ 20 mil por danos morais a uma jovem de 15 anos. Filmada sem consentimento em um hotel em Lisboa, onde comemorava seu aniversário, a adolescente aparece no DVD de Gusttavo como se estivesse flertando com ele. É mais uma condenação na conta do músico. No ano passado, Gusttavo foi obrigado a pagar R$ 125 mil ao compositor português Ricardo Landum após gravar uma música de sua autoria sem permissão.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.08.19
ED. 6179

Hierarquia

As lideranças do governo no Senado – notadamente o Major Olímpio e Fernando Bezerra – estão mais empenhadas, neste momento, em acelerar a sabatina de Eduardo Bolsonaro rumo a Washington do que a votação da Reforma da Previdência.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.08.19
ED. 6179

Devolução da BR-040

A Invepar aguarda apenas pelo “decreto das devoluções”, que ditará as regras da relicitação de concessões, para abrir as tratativas com o Ministério da Infraestrutura e entregar a licença da BR-040. São quase mil quilômetros de prejuízos, dívidas e investimentos não honrados.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.08.19
ED. 6179

Mordida nos dividendos

Os acionistas da Engie Brasil vão dar sua cota de sacrifício pela compra da TAG junto à Petrobras, operação que chegou a US$ 8,5 bilhões. A empresa vai puxar o freio de mão no pagamento de dividendos. Pela primeira vez desde 2016, não distribuirá 100% dos lucros. A prioridade é conter o crescimento da dívida.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.08.19
ED. 6179

Ponto final

Não retornaram ou não comentaram o assunto: Vivo, Carlyle, Vinci, Engie e Invepar.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.