Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

Planos
08.08.19
ED. 6174

O novo round entre o Legislativo e o Judiciário

Há um novo ponto de fricção à vista entre o Legislativo e o Judiciário. Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre se articulam para ressuscitar a PEC 115/2019. A Proposta estabelece que convocados por CPIs terão de comparecer obrigatoriamente ao Congresso. O que está em jogo são os limites territoriais do Legislativo e do Judiciário. Com a reabertura da PEC, uma das questões mais incandescentes poderá ser a inclusão de uma emenda específica que também obrigue membros do aparelho de Justiça – magistrados e procuradores – a atender a convocações do Congresso. É difícil, mas a simples discussão é pura nitroglicerina. CPIs costumam ser um cabo de guerra entre Legislativo e Judiciário. Um caso de repercussão mais recente foi protagonizado pelo ex-presidente da Vale Fabio Schvartsman. Convocado pela CPI de Brumadinho, Schvartsman escapou da inquirição graças a um habeas corpus concedido pelo ministro Gilmar Mendes. O Congresso quer justamente impedir interferências da Justiça no curso das CPIs. O texto da PEC prega que convocações realizadas por Comissões Parlamentares não contrariam os direitos fundamentais.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

08.08.19
ED. 6174

O latifúndio de Luiz Nabhan

O secretário de Assuntos Fundiários do Ministério da Agricultura, Luiz Antônio Nabhan Garcia, periga se tornar uma espécie de “Olavo de Carvalho dos ruralistas”. Depois de provocar a demissão do general Franklimberg Ribeiro de Freitas do comando da Funai, Nabhan está batendo de frente com outro quatro estrelas do governo, o presidente do Incra, general João Carlos Jesus Corrêa. Não satisfeito em encampar a reforma agrária em sua secretaria, o ruralista Nabhan insiste em mandar em cada hectare do Instituto. Tem tudo para não acabar bem.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

08.08.19
ED. 6174

Demanda reprimida

O RR apurou que o Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) vai criar uma segunda vara dedicada exclusivamente a julgamentos de traficantes, milicianos e congêneres. A primeira, instituída há pouco mais de um mês, já caminha para o “overbooking”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

08.08.19
ED. 6174

Novo livro

O pai do Plano Real, André Lara Resende, o economista mais ousado e criativo do país, está escrevendo um novo livro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

08.08.19
ED. 6174

Demonstrativo

Recomenda-se a todos os editores da mídia impressa que pautem seus repórteres para perguntar ao ministro Paulo Guedes o que ele acha da MP 892 – a Medida Provisória que desobrigou a publicação de balanços financeiros em jornais. Guedes assinou a MP. Se disser que concorda, será uma mentira maior do que todo o tratado geral da hipocrisia.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

08.08.19
ED. 6174

O avesso da Lava Lato

Surgiu uma luz no fim do túnel para muitos dos “órfãos da Lava Jato”. O Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado e São Paulo está fechando um acordo com empresas estrangeiras para exportar mão de obra. Um primeiro grupo de aproximadamente 200 trabalhadores brasileiros deverá atuar em obras civis em Portugal e nos Estados Unidos – Miami inicialmente. A comitiva tem carpinteiros, eletricistas, pedreiros, soldadores e até gerentes.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

08.08.19
ED. 6174

Steinbruch vs. Steinbruch

As garras “amigas” de Benjamin Steinbruch ferem mais do que uma foice. O empresário já cravou seu gadanho no antigo sócio da família, Jacks Rabinovich, seus filhos e sobrinhos. Brigou com os primos Clarice e Leo, filhos do tio Eliezer Steinbruch – fundador da Vicunha Têxtil, junto com o pai de Benjamin, Mendel Steinbruch. No contencioso estava ladeado pelos irmãos, Ricardo e Elisabeth. Agora, Benjamin aponta suas unhas para os “manos”. O motivo de todos os dissensos é shakespeariano: vontade de poder desmedida e olho grande na parte do outro. Elisabeth faz parte do Conselho do Banco Fibra e da Vicunha Têxtil. Nunca chegou a ser um problema para a vontade de poder do irmão mais velho. Ricardo é o irmão mais novo. Mais emotivo, chegou, em momentos políticos mais críticos, a fazer defesas e pedidos candentes em favor de Benjamin. Mas o couro come, e ninguém vê. Benjamin quer os dois distantes da estrutura da empresa. Quem o conhece lacra o futuro: vai atropelar os outros dois Steinbruch menores. Perguntada sobre as divergências entre os Steinbruch, como seria de se esperar a Vicunha Têxtil disse “não confirmar as informações”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

08.08.19
ED. 6174

Dança das cadeiras

Hoje, o Conselho Superior do MPF vai anunciar os cinco integrantes do órgão promovidos a subprocurador da República – três por antiguidade e dois por merecimento. Em tese, todos já poderão concorrer ao cargo de PGR em 2021. Em tempo: nenhuma chance para Deltan Dallagnol e demais componentes da “República de Curitiba”. Nenhum deles integra a relação de aproximadamente 200 procuradores elegíveis para o Conselho Superior.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

08.08.19
ED. 6174

A cabeça de Omar Aziz está na bandeja

Em conversas com parlamentares da base governista, Davi Alcolumbre já fala em persuadir Omar Aziz a renunciar “espontaneamente” à presidência da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado. Há um receio de que a sua delicada situação contamine a própria pauta de votações da CAE. Aziz é investigado pela PF por suposto desvio de recursos da área de saúde quando ocupava o governo do Amazonas. Sua mulher, Nejmi Aziz, também acusada, chegou a ser presa. Procurado, Alcolumbre não se pronunciou sobre o caso.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

08.08.19
ED. 6174

Sol nascente

A japonesa SoftBank tem mais US$ 1 bilhão no coldre para investir em fintechs e startups brasileiras. Entre o Banco Inter, o aplicativo Rappi e a Creditas, os nipônicos já aportaram mais de US$ 1,5 bilhão por estas bandas.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

08.08.19
ED. 6174

Bang bang

O Palácio do Planalto deu uma missão prioritária ao Major Olímpio: agilizar a votação do Projeto de Lei 3.713, o chamado PL das Armas, que arruma a barafunda de decretos sobre o tema editado pelo governo no primeiro semestre.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

08.08.19
ED. 6174

Dosimetria

O PSL discute alguma punição aos seis parlamentares do partido que aderiram à recém-lançada Frente Parlamentar contra a Privatização da Eletrobras. A questão é saber se a sigla dará tratamento isonômico aos deputados que embarcaram na Frente Parlamentar pela Preservação da Soberania Energética, que também combate a venda da estatal. Entre eles está Eduardo Bolsonaro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

08.08.19
ED. 6174

Ponto final

O seguinte citado não comentou o assunto: Softbank.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.