Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

Planos
31.07.19
ED. 6168

Ministério da Saúde estuda um “crowdfunding” para aparelhamento dos hospitais públicos

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, está debruçado sobre um projeto que pode, ao mesmo tempo, ajudar a medicina pública e desagradar os poucos produtores de equipamento nacionais do setor. Mandetta estuda a possibilidade de criar uma política de condicionamento das compras de aparelhos por hospitais privados a doações de similares novos à rede pública. O aumento da escala na aquisição permitiria condições melhores para redução dos preços junto aos fornecedores internacionais.

É mais ou menos assim: hoje os hospitais públicos compram grande parte dos seus aparelhos de empresas nacionais, muitas vezes pagando um valor superior ao congênere estrangeiro. Os equipamentos nacionais são menos sofisticados, por definição. Os hospitais privados, por sua vez, adquirem suas máquinas de última geração no exterior, basicamente do trio Philips, GE e Siemens. O gap dos equipamentos de Raio X, ultra som, tomografia, entre hospitais privado e públicos é enorme.

Na proposta em análise, os empresários comprariam as máquinas de ponta sempre com o compromisso de uma doação para o setor público. Essa aquisição adicional poderia ter um abatimento especial do Imposto de Renda. E o aumento da carteira de aquisições permitiria uma negociação melhor junto aos fornecedores – os “combos” de equipamentos hospitalares. Mas o que será dos empresários nacionais? Não tem jeito: sempre alguém fica insatisfeito no fim de cada história.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.07.19
ED. 6168

A caixa preta da reforma agrária

O governo Bolsonaro decidiu destampar também a caixa preta do Incra. Levantamento feito por determinação do Palácio do Planalto revelou que, desde 1964, ano de lançamento do Estatuto da Terra, o Instituto atendeu a apenas 10% de todos os pedidos de Títulos Definitivos de Posse de Terra. Hoje, cerca de 974 mil famílias vivem em 9.443 assentamentos pelo país, à espera de legalização da propriedade. Ninguém tem dúvida de que esses números serão objeto de intensa publicidade nas redes sociais.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.07.19
ED. 6168

Dízima periódica

Preso no início de julho, o empresário Mario Libman estaria negociando um acordo de delação premiada. Libman é acusado de ser um dos mais importantes operadores de Dario Messer. Na Polícia Federal, já recebeu a alcunha de “doleiro do doleiro dos doleiros”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.07.19
ED. 6168

Reforço nos presídios

O ministro Sergio Moro trabalha para aumentar o efetivo das penitenciárias federais. Além do concurso que deverá ser realizado ainda neste ano para a contratação de 300 agentes carcerários, o Ministério da Justiça já estuda abrir outras 500 vagas nos presídios para 2020.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.07.19
ED. 6168

Desrespeito

Os advogados de Lula estudam recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) na tentativa de obrigar o Facebook a retirar do ar posts ofensivos referentes à morte de Arthur, neto do expresidente. Na semana passada, o juiz Fernando Ladeira, da 7ª Vara Civel de São Bernardo, negou o pedido.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.07.19
ED. 6168

Curto-circuito binacional

O Brasil vai propor ao Paraguai um tratado temporário para o uso da energia de Itaipu, com validade apenas até o fim de 2019. Seria o tempo necessário para os dois países discutirem novos termos de longo prazo sem risco de interrupção do fornecimento do insumo para os dois lados da fronteira. Segundo uma fonte do Palácio do Planalto, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, vai se reunir na próxima semana com autoridades paraguaias para negociar os termos desse novo acordo. No último domingo, o presidente do Paraguai, Mario Abdo Benitez, declarou “sem efeito” o tratado firmado com o Brasil em maio.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.07.19
ED. 6168

FGTS da discórdia

Começou, mas não terminou a reunião do Conselho Curador do FGTS, ontem, em Brasília. Integrantes do colegiado se recusaram a votar o orçamento para 2020 alegando uma série de inconsistências nas projeções apresentadas pela Caixa Econômica, responsável pela gestão do Fundo de Garantia. Um dos números mais contestados foi a previsão para os honorários de sucumbência, da ordem de R$ 700 milhões. Uma nova reunião deverá ser marcada para a segunda semana de agosto.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.07.19
ED. 6168

As águas de Rodrigo Maia

Rodrigo Maia articula com os líderes partidários para que o novo marco legal do saneamento seja votado no plenário da Câmara até o fim de agosto. Já aprovado no Senado, o projeto é condição sine qua nom para destravar uma torrente de investimentos no setor: estimativas mais anabolizadas apontam para R$ 800 bilhões nas próximas três décadas. No entanto, não custa lembrar que, em maio, o presidente da Câmara também prometeu empenho para aprovar a então Medida Provisória do Saneamento. O tempo passou, a Câmara não votou a proposta e a MP caducou.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.07.19
ED. 6168

Saraiva vs. credores

Hoje a Saraiva deverá apresentar aos credores uma nova versão do seu plano de recuperação judicial – na assembleia de junho, a empresa sequer levou a proposta à votação pelo alto risco de reprovação. Independentemente do livro que será aberto sobre a mesa, uma página já é dada como certa: um grupo de editoras, encabeçado pela Sextante e pela Ediouro, condiciona a aprovação de qualquer proposta à defecção da família Saraiva da gestão da rede de livrarias.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.07.19
ED. 6168

Relatos do cárcere

Eduardo Cunha quebrou a “paz” de Bangu 8 na manhã da última sexta-feira. Policiais foram ao presídio para conduzir o ex-deputado a prestar depoimento à Justiça. No entanto, Cunha reagiu, com vigor, e acionou seus advogados. A defesa alegou que não havia respaldo jurídico para a condução e conseguiu suspender o depoimento.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.07.19
ED. 6168

Voz de comando

O general Pedro Fioravante já disse ao que veio nas águas do Velho Chico. Antes mesmo de assumir a presidência da Codevasf (Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco), barrou duas indicações do ex-senador Eunício de Oliveira para superintendências da estatal no Ceará.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.07.19
ED. 6168

Campo fértil

Além dos R$ 8 bilhões que deverá desembolsar pela unidade de nitrogenados da Petrobras em Três Lagoas (MS), a russa Acron planeja investir cerca de R$ 1,5 bilhão para concluir as obras do empreendimento.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.07.19
ED. 6168

Damares das crianças

Quando outubro chegar, o Ministério da Família, Mulher e Direitos Humanos vai distribuir a crianças carentes cerca de três toneladas de brinquedos apreendidos pela Receita Federal. Já se pode antever a over exposition de Damares Alves nas redes sociais.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.07.19
ED. 6168

Ponto final

Procurados pelo RR, os seguintes citados não retornaram ou não comentaram o assunto: Acron, Saraiva, Sextante e Ediouro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.