Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

Planos
25.07.19
ED. 6164

As novas faíscas diplomáticas entre Brasil e Paraguai

Além da renovação do Tratado de Itaipu, Brasil e Paraguai têm outra elétrica negociação pela frente. Segundo o RR apurou, representantes dos respectivos Ministérios da Economia vão se reunir na primeira semana de agosto para dar a partida na elaboração do acordo automotivo bilateral. Por ora, o que há são desacordos, com fortes pressões do setor privado dos dois lados da fronteira. A indústria de autopeças brasileira cobra a retomada da taxação sobre as importações de componentes automotivos produzidos no Paraguai. Neste caso, como possível represália, as empresas paraguaias exigem do governo local uma tributação maior sobre fabricantes brasileiros de autopeças presentes no país. Para o Brasil, o que está em jogo é algo como US$ 250 milhões em divisas. Se não chega a ser uma fortuna, trata-se do equivalente a 25% do superávit nas relações comerciais com o Paraguai. A primeira rodada de negociações começará sob razoável tensão devido a fatos recentes. Em 28 de junho, o Ministério da Economia brasileiro passou a cobrar uma alíquota de 16% sobre autopeças importadas do Paraguai. Duas semanas depois, suspendeu a tarifa após a reação das autoridades paraguaias.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.07.19
ED. 6164

Um freio ou um acelerador do “Moro Leaks”?

A Secretaria de Comunicação do Palácio do Planalto está de plantão. A expectativa é que a prisão do grupo de hackers acusado de invadir o celular de Sergio Moro, Deltan Dallagnol e de centenas de outras autoridades provocará um contra-ataque por parte do The Intercept e sua rede de veículos consorciados – Folha de S. Paulo, Veja e o blog do jornalista Reinaldo Azevedo. Por contra-ataque entenda-se uma onda ainda mais forte e de maior impacto de vazamentos de mensagens e áudios trocados entre o então juiz e o coordenador da força-tarefa da Lava Jato. Uma fonte do RR, encrustada estrategicamente no epicentro do governo, deu uma ideia da percepção do Palácio: “Pensamos como se nós fossemos o pessoal do Intercept. O que faríamos? Faríamos uma ofensiva imediata. Por que, então, eles não farão?” Segundo a mesma fonte, o governo chegou a analisar a possibilidade do uso de mandado judicial para impedir novos vazamentos a partir do fato criado com a prisão dos hackers. A medida foi descartada como sem sustentação jurídica e mais nociva ao governo do que o material do The Intercept, cuja letalidade atinge Sérgio Moro e não Bolsonaro. Por enquanto, com a captura dos meliantes digitais, o governo consideraria que sua situação está mais confortável. Mesmo que venha chumbo quente por aí.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.07.19
ED. 6164

Legado Campos

O achado social e político de Paulo Guedes, criando uma modalidade de saque anual do FGTS para todos os trabalhadores, merece loas, mas não chega a ser tão original assim. O mentor de Guedes, o ex-ministro do Planejamento Roberto Campos, nos idos de 1995, fez uma proposta similar de saques anuais, logo rechaçada por meio mundo. Se dependesse de Campos, juntamente com José Luiz Bulhões Pedreira um dos criadores do FGTS, a criatura, inclusive, já estaria morta. Em tempo: não custa recordar que foi Henrique Meirelles o primeiro a tirar uma casquinha das siderúrgicas regras de saque instituindo a transferência da rentabilidade do Fundo para o trabalhador.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.07.19
ED. 6164

Reação “cabra da peste”

O Encontro de Governadores do Nordeste, marcado para o próximo dia 29, em Salvador, tomou outra dimensão. O bloco da oposição – composto por Flavio Dino (Maranhão), Rui Costa (Bahia), Camilo Santana (Ceará) e Fátima Bezerra (Rio Grande do Norte) – vai discutir o possível envio à procuradora-geral da República, Raquel Dodge, de uma denúncia de racismo contra o presidente Jair Bolsonaro. Trata-se de uma reação ao vídeo divulgado na última sexta-feira, em que Bolsonaro foi flagrado referindo-se aos governadores da região como “Paraíbas”.

Paralelamente, há uma articulação para que parlamentares do Nordeste endossem a iminente denúncia à PGR. Em declaração ao RR, o senador Otto Alencar (PSD-BA) deu o tom do descontentamento: “O presidente precisa entender que não governa uma milícia, mas um país”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.07.19
ED. 6164

Iguatemi abre mão do luxo. Mas só um pouquinho

Os Jereissati vão aonde o povo está. Conhecido pelos shoppings de luxo, o Iguatemi já planeja abrir dois outlets no interior de São Paulo. Um deles deverá ficar próximo a Ribeirão Preto. O grupo criou a bandeira I Fashion, para abrigar os empreendimentos de perfil mais popular. Por ora, são dois: um em Santa Catarina e outro no Rio Grande do Sul. Mesmo com a economia e o consumo andando de lado, a meta é chegar a seis outlets em três anos.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.07.19
ED. 6164

Cortando na carne

A varejista chilena Cencosud, que há anos sofre com a baixa rentabilidade de sua operação no Brasil, prepara uma temporada de cortes no Rio de Janeiro. Segundo o RR apurou, no início da semana dirigentes do grupo teriam se reunido com executivos da bandeira Prezunic para comunicar um plano de fechamento de lojas. A primeira é a filial do bairro de Guadalupe, na Zona Norte da cidade. Procurado, o Prezunic confirma a desativação da loja, “após avaliação técnica realizada pela direção”. A empresa garante que “a maioria dos colaboradores será transferida para outras lojas”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.07.19
ED. 6164

Programa de índio

Era visível o constrangimento durante a posse do presidente da Funai, o delegado da PF Marcelo Augusto Xavier da Silva, ontem, no gabinete de Sergio Moro. O ministro mal trocou palavras com o novo subordinado. A indicação de Xavier veio da bancada ruralista e não passou pelo crivo de Moro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.07.19
ED. 6164

Queimadas

O INPE deverá soltar, na segunda quinzena de agosto, uma nova fornada de dados sobre o desmatamento no Brasil. O anúncio tem tudo para jogar mais combustível na contenda em praça pública entre Jair Bolsonaro e o presidente do instituto, Ricardo Galvão. Isso se Galvão ainda estiver no cargo até lá.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.07.19
ED. 6164

Os milhões da Cofco

A trading chinesa Cofco, gigante do agronegócio global, está semeando US$ 200 milhões em novos investimentos para ampliar sua estrutura logística no Brasil.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.07.19
ED. 6164

Inversão de campo

Agora que a poeira baixou, os advogados de Neymar preparam o contra-ataque: vão entrar com uma ação contra Najila Trindade, que acusa o jogador de estupro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.07.19
ED. 6164

Ponto final

Os seguintes citados não comentaram o assunto: Iguatemi e Cofco.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.