Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

Planos
30.05.19
ED. 6125

Volkswagen é condenada por fraude em emissão de poluentes

A Volkswagen sofreu uma dura derrota na Justiça brasileira. A 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio condenou a montadora, por três votos a dois, a pagar R$ 10 mil de dano moral a cada dono de Amarok no país. No total, o valor da punição passará dos R$ 460 milhões. Cabe recurso ao STJ. De qualquer forma, a decisão do TJ-RJ é emblemática: trata-se daprimeira condenação da montadora em segunda instância no mundo devido ao escândalo das fraudes em veículos a diesel. A Volkswagen adulterou resultados de emissão de gases em testes de inspeção. Nos Estados Unidos e Canadá, a companhia fez acordos em ações civis. Nos tribunais da Europa, no entanto, o caso segue em julgamento. Procurada, a Volkswagen informou que “aguarda a formalização do julgamento para entender em detalhes a decisão e avaliar os próximos passos”. Em valores corrigidos, estima-se que a empresa terá de pagar cerca de R$ 27 mil para um dos 17.057 compradores da Amarok entre 2011 e 2012, período em que foram comprovadas as fraudes feitas pela companhia em softwares usados para medir a emissão de poluentes. O valor da punição, ressalte-se, pode ser ainda maior: o tribunal determinou perícia para especificar quanto cabe de dano material no processo, já que as Amarok desse período naturalmente tiveram forte depreciação no mercado. Hoje, são um passivo para seus proprietários.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

30.05.19
ED. 6125

O 14 de junho depende do 5 de junho

CUT e Força Sindical e congêneres tratam o 5 de junho como o “Dia D do Dia D”. Está previsto para esse dia, em Brasília, o Encontro Nacional do Setor de Transportes. Será um termômetro do sucesso ou não da greve geral convocada para a semana seguinte, mais precisamente para 14 de junho. No Encontro, metroviários, ferroviários e motoristas de ônibus vão decidir se aderem ou não à manifestação. A paralisação destas categorias é vital para o êxito da greve. Até porque os caminhoneiros estão com Bolsonaro e não abrem.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

30.05.19
ED. 6125

Itamaraty do B

A ministra da Agricultura, Teresa Cristina, deverá fazer uma viagem a países árabes no início do segundo semestre. No roteiro, Arábia Saudita e Emirados Árabes. Não bastasse o fato de que essas nações figuram entre os grandes importadores de carne brasileira, a visita tem um significado diplomático maior. A possível transferência da Embaixada brasileira em Israel para Jerusalém tem gerado turbulências nas relações com países árabes.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

30.05.19
ED. 6125

SOS Dnit

O ministro Tarcísio Freitas tenta arrancar da equipe econômica uma verba extra para o DNIT, que perdeu quase R$ 2 bilhões do orçamento para este ano. Há mais de 50 obras rodoviárias paradas, fora as limitações para o próprio custeio da autarquia.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

30.05.19
ED. 6125

Coaf se foi

O Coaf se foi e o ministro Sergio Moro ficou a ver navios. Agora só falta o Cade também ser transferido da Pasta da Justiça para o Ministério da Economia.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

30.05.19
ED. 6125

Saúde financeira

A norte-americana HIG Capital, que já comprou a rede Meridional, no Espírito Santo, está em negociações para a aquisição de dois hospitais no interior de São Paulo. O duplo desembolso seria da ordem de R$ 200 milhões.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

30.05.19
ED. 6125

A BR Pharma tem remédio?

A BR Pharma, que chegou a ser um dos maiores grupos do varejo farmacêutico do país, passa por novo solavanco. Bancos credores e fundos de investimento se mobilizam para barrar na Justiça a recente emissão de debêntures e o próprio plano de recuperação judicial da companhia. A alegação é que o processo estaria sendo conduzido para beneficiar prioritariamente o BTG, ex-controlador e maior credor da empresa, em detrimento das demais instituições financeiras, fornecedores e funcionários. A gota d´água veio no início do mês, quando a Leste Credit Gestão de Recursos subscreveu integralmente as debêntures emitidas pela BR Pharma. A gestora pertence a Emmanuel Hermann, ex-sócio do próprio BTG. Entre os demais credores, há suspeitas de que Hermann teria entrado em cena como uma espécie de “BTG do B”. Em março, esse mesmo grupo de credores já havia obtido uma liminar para suspender a recuperação judicial sob a alegação de que o banco de André Esteves cometeu abuso de poder na aprovação do plano. Consultada sobre o contencioso e o pedido de cancelamento da emissão de debêntures, a Leste Credit informou que “nosso conhecimento se limita às notícias veiculadas”. A gestora negou qualquer vínculo com o BTG. Este, por sua vez, não quis se pronunciar.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

30.05.19
ED. 6125

O monotrilho de Eduardo Paes

Enquanto Marcelo Crivella enfrenta a ameaça de um impeachment, seu antecessor, Eduardo Paes, vai tentando abrir mercado para a chinesa BYD no Brasil. Representante da companhia, negocia com o governo de Goiás o fornecimento de equipamentos para o VLT do projeto Anhanguera, em Goiânia. Não é uma negociação das mais simples. O acordo estaria condicionado à instalação de uma fábrica no estado. Consultada, a BYD confirmou as tratativas, mas negou a exigência de produção local.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

30.05.19
ED. 6125

Santos de casa

Em reuniões a portas fechadas, a presidente da CPI de Brumadinho, senadora Rose de Freitas (PODE-ES), tem feito duras críticas aos gazeteiros da Comissão. Os alvos principais são exatamente os mineiros Antonio Anastasia e Rodrigo Pacheco, que estão entre os mais faltosos às sessões da CPI. Se depender da presença deles, os dirigentes da Vale não têm muito o que temer.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

30.05.19
ED. 6125

Selva

O general Hamilton Mourão terá a oportunidade de relembrar, hoje, dos seus tempos de “tropeiro” na Amazônia. Em Manaus, Mourão vai entregar aos formandos do Centro de Instrução de Guerra na Selva a faca do guerreiro. De lâmina preta com duplo corte, a peça se notabiliza pela cabeça de onça que ornamenta seu cabo. Em metal dourado, o felino é o símbolo da batalha na mata.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

30.05.19
ED. 6125

Terra estrangeira

A argentina Cresud, que já teve George Soros entre seus acionistas, está se unindo a investidores brasileiros para a compra de terras no Maranhão e no Piauí. A empresa, que soma mais de 1,5 milhão de hectares na América do Sul, tem negócios no Centro-Oeste brasileiro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

30.05.19
ED. 6125

Pacote rodoviário

O governo do Mato Grosso pretende privatizar ainda neste ano um lote de concessões rodoviárias. O valor envolvido pode chegar a R$ 5bilhões.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

30.05.19
ED. 6125

Ponto final

Os seguintes citados não retornaram ou não comentaram o assunto: BR Pharma e HIG Capital.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.