Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

Planos
22.05.19
ED. 6119

O “dia B” de Bolsonaro também é o “dia B” de balbúrdia

Faltam quatro dias para 26 de maio, data do possível Armagedom nacional. O ato de apoio a Jair Bolsonaro marcado para o próximo domingo, segundo seus organizadores – a começar pelo próprio presidente – é um manifesto pela democracia, pelo Brasil, por Deus. Como se houvesse qualquer densidade demográfica entre os raros que porventura se alinham contrariamente a essa trindade  Mas a convocatória de Bolsonaro também é contra o Supremo, a imprensa, o Congresso e até mesmo os militares.

As redes amplificaram, ontem, a expectativa de conflito de todos contra todos. Os caminheiros, comandados pelo líder classista Dedeco, dizem que poderão parar por vários dias, em apoio a Bolsonaro. Nas redes há uma miríade de postagens pedindo para que os brasileiros estoquem alimentos para 30 dias. O Clube Militar convoca os soldados e oficiais da reserva para participar do protesto. Há recomendações para que compareçam trajados com suas fardas.

A frequência maior deverá ser de coronéis para baixo, a julgar pelas demonstrações de apoio. É esperada a participação de parlamentares do PSL e da fragmentada base governista no ato de desagravo. É aguardado, por exemplo, um comparecimento maciço de integrantes da Força Parlamentar da Segurança Pública, a segunda maior bancada do Congresso. Não falta motivo. A “bancada da bala”, ressalte-se, acabou de ser agraciada com a MP das armas. Seus integrantes têm chamado a atenção para o risco de impeachment de Bolsonaro.

A hashtag Ore pelo Brasil faz convocações a todo instante para que os evangélicos compareçam em massa a um estranho culto campal. O comandante em chefe do desvario, Jair Bolsonaro, seus filhos e colaboradores mais próximos por enquanto nada fizeram para distender o ambiente de raiva e ódio que está se cristalizando em todo o país. O presidente está impondo uma manifestação da oposição, já convocada para o dia 30, à altura da grande marcha do dia 26. Parece querer cindir o país, atropelar as instituições e promover a cizânia e o desgoverno. Quanto mais vitorios for o ato pró Bolsonaro, conforme sua própria ótica, maior será a derrota impingida ao Brasil.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

22.05.19
ED. 6119

A volta de Messer

Ninguém sabe, ninguém viu, mas Dario Messer já está no Brasil. A Polícia Federal tem fortes indícios de que o doleiro, foragido há mais de um ano, retornou do Paraguai e circula entre cidades do Centro-Oeste. Espera o desfecho das negociações entre seus advogados e o Ministério Público para um acordo de delação – informação antecipada pelo RR na edição de 6 de maio.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

22.05.19
ED. 6119

Crédito rural

O Santander é o banco que mais tem pressionado o governo a autorizar instituições financeiras privadas a oferecerem crédito rural com juros subsidiados. A carteira de financiamento agrícola dos espanhóis no país deve passar dos R$ 20 bilhões neste ano.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

22.05.19
ED. 6119

Os governadores da Região

Os governadores da Região Centro-Oeste vão bater à porta de Jair Bolsonaro na próxima semana. Levarão ao presidente o pedido de uma MP autorizando os estados a usar 30% do Fundo Constitucional do Centro-Oeste em obras de infraestrutura. Não por acaso, o pai da ideia é Ronaldo Caiado, governador de Goiás, o “campeão” do déficit fiscal na região. O rombo projetado para este ano é de R$ 5,7 bilhões.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

22.05.19
ED. 6119

Parceria chinesa sobre trilhos brasileiros

A China Railway Guangzhou Group fez chegar ao ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, seu interesse em participar da privatização da Ferrogrão – obra de 933 km que conectará o Mato Grosso (Sinop) ao Pará (Itaituba). O governo já vislumbra a possibilidade de um consórcio entre o grupo e a conterrânea China Railway para a construção da ferrovia, orçada em quase US$ 3,5 bilhões.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

22.05.19
ED. 6119

A resistência de Silvio Santos

Grandes bancos de investimento têm rondado Silvio Santos tentando convencê-lo a promover o IPO da Jequiti, fabricante de cosméticos que fatura mais de R$ 1 bilhão por ano. Não é tarefa fácil. Até hoje, Senor Abravanel levou apenas uma de suas empresas à Bolsa, o Banco PanAmericano, por sinal uma nódoa na sua bem-sucedida trajetória empresarial.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

22.05.19
ED. 6119

JAC e Suzuki cada vez mais distantes

A Suzuki já não acredita mais no interesse da JAC Motors em arrendar sua fábrica em Itumbiara (GO). Para cada semana de conversações com os japoneses, o empresário Sergio Habib some do mapa durante mais de um mês, sem avançar qualquer milímetro na operação. Habib é o dono do grupo SHC, por sua vez, responsável pela marca JAC Motors no Brasil. Aliás, há quase uma década o empresário promete que a JAC terá produção própria no Brasil.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

22.05.19
ED. 6119

Palocci ataca novamente

O juiz Luiz Antonio Bonat, substituto de Sérgio Moro na 13ª Vara Federal de Curitiba, estaria prestes a autorizar a publicação de mais trechos da delação do ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci. O alvo prioritário seria o ex-governador de Minas Gerais Fernando Pimentel, com novas denúncias sobre o esquema de propinas para a compra de Medidas Provisórias no governo Lula.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

22.05.19
ED. 6119

Era só o que faltava

A proposta de criação de uma CPI para investigar os preços das passagens aéreas, que circula na Comissão de Turismo da Câmara, deverá ser abatida ainda em solo. O próprio presidente da Casa, Rodrigo Maia, acha a ideia despropositada. O mais provável é que a Câmara encaminhe o caso para o Cade. E olhe lá.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

22.05.19
ED. 6119

Um giro de 361 graus

A chinesa 361º, uma das maiores empresas de material esportivo da Ásia, prepara sua reentré no Brasil. Três anos após fornecer os uniformes dos voluntários da Olimpíada do Rio, tem conversado com clubes de futebol das séries A e B. Seria um aquecimento: o grande alvo da 361º é se acertar com a CBF para patrocinar a seleção brasileira.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

22.05.19
ED. 6119

Segunda época

A State Power Investment vai aumentar sua oferta pela participação da Cemig na usina de Santo Antônio. A primeira proposta dos chineses foi rechaçada pelo governo mineiro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

22.05.19
ED. 6119

Ponto final

Os seguintes citados não retornaram ou não comentaram o assunto: Santander, Jequiti, JAC Motors e Suzuki.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.