Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

Planos
09.04.19
ED. 6090

Itamaraty mira em representações na África e no Caribe

O Ministério das Relações Exteriores, com o apoio integral do Palácio do Planalto, planeja fechar algo em torno de 15 representações diplomáticas na África e no Caribe ao longo deste ano. Os cortes atingiriam, entre outras nações, Burkina Faso, Mali, Mauritânia, Serra Leoa, Antígua e Barbuda e  Dominica. A medida envolveria a desativação de escritórios e mesmo de embaixadas menores.

Não é de hoje que esta medida vem sendo cotejada no Itamaraty – diga-se de passagem, sem que exista um consenso dentro da própria Pasta. Em 2017, um estudo da Comissão de Relações Exteriores do Senado apontou que as representações diplomáticas abertas entre 2003 e 2016 – nas gestões de Lula e Dilma Rousseff – somavam um gasto de aproximadamente R$ 380 milhões por ano, sem as devidas contrapartidas comerciais ou políticas. Com base nos números, o governo Temer chegou a iniciar preparativos para desativar boa parte delas.

No entanto, o então chanceler Aloysio Nunes Ferreira, que, curiosamente, havia sido presidente da Comissão no Senado, foi demovido pelo corpo diplomático do Itamaraty. O RR entrou em contato com o Ministério das Relações Exteriores, que preferiu não se pronunciar sobre o assunto. Caso se confirme, o fechamento de representações do Itamaraty em países da África e do Caribe será uma medida carregada de simbologia. Na prática, funcionaria como mais um gesto do presidente Jair Bolsonaro de distanciamento da política externa do PT. Os governos de Lula e de Dilma Rousseff, notadamente o primeiro, deram uma atenção especial a nações que nunca estiveram no eixo central da diplomacia brasileira. Nesse período, o Itamaraty ganhou embaixadas e escritórios em 44 países da África e do Caribe.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.04.19
ED. 6090

A falta de energia na saúde pública

Um terço dos centros cirúrgicos públicos do país não dispõe de gerador ou de qualquer outro tipo de backup elétrico. Ou seja: nestes locais, o paciente está sujeito a uma roleta russa – independentemente da complexidade, cirurgias costumam ser interrompidas por falta de energia. Este é um dos resultados de um diagnóstico sobre o funcionamento – ou a falta de funcionamento – dos hospitais brasileiros que será entregue ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, nas próximas semanas. Trata-se de um detalhado estudo elaborado a partir de fiscalizações feitas pelos Conselhos Regionais de Medicina ao longo de 2018.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.04.19
ED. 6090

Ianques atômicos

Segundo informações filtradas da própria Eletronuclear, seis empresas norte-americanas já se uniram à Westinghouse com o objetivo de participar da concorrência para a conclusão das obras de Angra 3. Procurada, a Eletronuclear confirma as conversações com a Westinghouse, mas diz não ter informações sobre as demais empresas.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.04.19
ED. 6090

Legado Pedro Parente

Pedro Parente deixará para o seu sucessor na presidência da BRF, Lorival Luz, um plano de abate da estrutura da companhia no Brasil. O projeto prevê o fechamento de cinco pontos de produção da companhia, entre eles a unidade de processamento de frangos de Carambeí (PR), fechada “temporariamente” na semana passada. Procurada, a BRF limitou-se a confirmar a interrupção temporária da unidade paranaense.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.04.19
ED. 6090

Várias no cravo e uma na ferradura…

Um exemplo didático da relação entre o Palácio do Planalto e o Legislativo. Segundo um dos presentes à reunião da última quinta-feira, Gilberto Kassab, presidente do PSD, abordou uma questão sensível. Disse a Jair Bolsonaro que o excesso de informações divulgadas nas redes sociais, notadamente em assuntos relativos ao Congresso, vem aumentando o mal-estar dos parlamentares. Poucos minutos após, precisamente às 10h31, Bolsonaro “vazou” no Twitter o teor do encontro, dizendo que não se falou na oferta de cargos.

Ao menos, o governo parece ter dado uma dentro na articulação política. A decisão da Comissão Especial do Senado para a PEC da Previdência de não ouvir Paulo Guedes foi resultado de uma costura feita pela bancada do PSL ao longo do fim de semana. Ficou decidido que apenas o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, será convocado. Como qualquer parlamentar poderá acompanhar as sessões, independentemente de participar ou não da Comissão, será uma forma de evitar novos embates entre Guedes e congressistas da oposição.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.04.19
ED. 6090

Os Garotinho estão chegando

Os moradores do edifício localizado na Praia do Flamengo 144, esquina com a Rua Buarque de Macedo, temem que seus dias de paz tenham terminado. Não sem motivo. O casal Rosinha e Anthony Garotinho acaba de se mudar para o prédio. Nos últimos dois anos, em pelo menos três ocasiões, a Polícia Federal bateu à porta dos Garotinho para prender um dos dois.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.04.19
ED. 6090

“Embaixada” vazia

Dois meses após a sua posse, parlamentares da bancada fluminense já pressionam Wilson Witzel pela substituição de Simão Sessim, que comanda a representação do governo do Rio em Brasília. Até o momento, o ex-deputado vem tendo um papel meramente decorativo no posto, com participação quase nula na articulação política e em assuntos de interesse do Rio.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.04.19
ED. 6090

Mercado Livre avança

O Mercado Livre está em negociações para a compra do Netshoes. A empresa de e-commerce pertence a fundos internacionais, capitaneados pelo Temasek, braço de investimentos do governo de Cingapura, e o norte-americano Tiger Global. O Netshoes convive com seguidos prejuízos e uma dívida crescente, fatores de atrito entre os acionistas e o CEO, Marcio Kumruian, fundador da empresa.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.04.19
ED. 6090

Alerj treme

Ontem, os corredores da Alerj foram tomados pela informação de que o ex-presidente da Casa Jorge Picciani está prestes a fechar um acordo de delação.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.04.19
ED. 6090

Cobertura de emergência

A diretoria da Petros pretende acelerar a venda de participações societárias, de um lado, e de ativos imobiliários, do outro. A tour de force se tornou ainda mais premente devido às novas perdas atuariais registradas em 2018. Os dois principais planos da fundação carregam um déficit acumulado da ordem de R$ 8,4 bilhões.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.04.19
ED. 6090

Ponto final

Procurados pelo RR, os seguintes citados não retornaram ou não comentaram o assunto: Mercado Livre e Netshoes.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.