Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

Planos
17.12.18
ED. 6016

Capitania hereditária

O MDB do Rio não renega sua vocação de partido-família. Danielle Dytz da Cunha, filha de Eduardo Cunha, deverá ganhar um cargo na direção da legenda. Vai ser juntar a outro emedebista de sobrenome famoso que também tomou bomba nas eleições: o atual deputado e ex-ministro dos Esportes, Leonardo Picciani, rebento do ex-presidente da Alerj, Jorge Picciani;

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.12.18
ED. 6016

Anvisa pode perder seu “investment grade”

O governo Bolsonaro está prestes a herdar um problema de razoável proporção que afeta a indústria farmacêutica como um todo. A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) corre o risco de ser desfiliada da International Conference on Harmonisation of Technical Requirements for Registration of Pharmaceuticals for Human Use (ICH), órgão máximo da regulação de medicamentos no mundo. Significa dizer que a entidade pode perder algo equivalente ao investment grade das agências regulatórias da área de saúde. A legitimidade da Anvisa para registrar remédios seria colocada em xeque perante suas congêneres no exterior, o que, entre outras consequências, criaria dificuldades para os grandes laboratórios internacionais que atuam no país e trazem seus produtos para o mercado brasileiro.

Segundo o RR apurou, a agência tem descumprido os prazos para se adequar às normas da ICH que regem a concessão de licenças farmacêuticas. As principais pendências dizem respeito à normatização das áreas de farmacovigilância e pesquisa clínica. Há atrasos também na implementação do Common Technical Document (CTD), modelo adotado pela ICH para o registro de remédios e compartilhamento de dados técnicos entre as autoridades regulatórias internacionais. A entidade internacional tem feito seguidas cobranças à Anvisa. A rigor, a agência tem até 2020 para honrar todas as exigências. No entanto, diante dos seguidos atrasos no cronograma e do descumprimento de etapas preliminares, o próprio corpo técnico do órgão regulador considera difícil que o trabalho seja concluído no prazo.

Perguntada sobre os atrasos e o risco de descredenciamento do ICH, a Anvisa limitou-se a enviar um release de novembro de 2016, quando da sua filiação ao instituto. Pelo jeito, a entidade não tem nada de muito novo para mostrar sobre o assunto. O que pode ser perdido em um curto espaço de tempo demorou para ser obtido. A agência só recebeu bola branca no ICH após três anos de intensas negociações, que envolveram o Itamaraty e outras instâncias do governo. Trata-se, de fato, de um clube seleto: por ora, o Brasil é o único país da América Latina membro da entidade, sediada na Suíça. A adesão ao ICH exige a adequação a cinco grandes conjuntos de normas inter- nacionais – são guias e documentos com milhares de páginas. Requer ainda investimentos para a atualização dos sistemas de informática.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.12.18
ED. 6016

Temer ergue uma ponte diplomática para o Paraguai

Ao apagar das luzes, a gestão Temer parece ter encontrado uma solução para uma “briga de vizinhos”. Segundo uma fonte da Casa Civil, nos próximos dias a Advocacia Geral da União (AGU) deverá liberar um parecer autorizando Itaipu a assumir o projeto e os custos de construção de uma segunda ponte entre Brasil e Paraguai. O valor estimado é da ordem de US$ 70 milhões. A construção ligará o bairro Porto Meira, no sul de Foz do Iguaçu, à cidade de Puerto Franco, na região metropolitana de Ciudad Del Este. A construção da ponte vem sendo alvo de divergências entre os dois países. O Conselho Diretor de Itaipu – que funciona praticamente como uma agência de fomento na área de fronteira, tamanha a sua importância econômica na região – já aprovou a edificação. No entanto, os órgãos de controle brasileiros vêm postergando a liberação do projeto. O movimento no âmbito da AGU pode ser lido como um afago ao Paraguai em um momento chave na relação entre os dois países. O pano de fundo é a complexa negociação do Tratado de Itaipu que se avizinha. O presidente do Paraguai, Mario Benítez, já sinalizou que pretende rever as cláusulas financeiras e aumentar a cota de energia da hidrelétrica que cabe ao país.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.12.18
ED. 6016

MAN põe novo combustível em Resende

A indústria automobilística começa a vislumbrar dias melhores. A MAN, braço de caminhões da Volkswagen, deverá iniciar em 2019 a produção de dois novos veículos pesados na fábrica de Resende. Os alemães planejam também montar um modelo de caminhão elétrico no complexo industrial. Para isso, a MAN vai abrir nos próximos meses mais 200 postos de trabalho, que se somarão às 350 vagas anunciadas em outubro. Trata-se de um cenário diferente do inferno que se abateu sobre a montadora e a cidade de Resende nos últimos anos. Entre 2014 e 2017, a MAN fez seguidas demissões, deixando mais de três mil trabalhadores no acostamento. Ainda hoje, apesar dos sinais de recuperação, a fábrica opera com uma taxa de ociosidade de quase 60%.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.12.18
ED. 6016

Plantão do Judiciário

Um caso que ganhou as manchetes dos jornais populares recentemente terá novos capítulos em breve. A juíza Ariadne Lopes, da 1a Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio, decidiu manter o recebimento da denúncia contra a esteticista Danielle Cândido Cardoso, mais conhecida como Dani Bumbum. Ela responde pela morte da empresária Fernanda Assis, nove dias após um procedimento reparador nos lábios e nos glúteos.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.12.18
ED. 6016

Quem vigia o Victor?

Grandes bancas estão preocupadas com a retomada dos trabalhos no STF em 2019, logo após o recesso do Judiciário. Nada a ver com alguma pauta específica, mas, sim, com o novo sistema de inteligência artificial lançado neste mês pelo Supremo: o Victor. A tecnologia promete separar e distribuir por gabinete em menos de cinco minutos recursos extraordinários que chegam à Casa – um servidor do STF leva meia hora para fazer o mesmo trabalho. Advogados, no entanto, temem que muitos processos sejam indevidamente devolvidos aos tribunais dos estados por “erro do sistema”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.12.18
ED. 6016

Candidato de festim

Mesmo aliados próximos de Antonio Anastasia já começam a questionar se ele quer mesmo entrar na briga pela presidência do PSDB. Até o momento, Anastasia está em marcha lenta: faz poucas articulações internas e raras visitas aos diretórios estaduais. É o oposto de seu adversário, o deputado Bruno Araújo. Candidato de João Doria, Araújo vem mantendo intensa agenda de viagens às regionais do PSDB, além de ter garantido o apoio de parte expressiva do que interessa: o diretório paulista.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.12.18
ED. 6016

Kassab encontra um “master franqueado” em Minas

Gilberto Kassab está à procura de “franqueados” para o PSD, leia-se nomes fortes capazes de comandar as operações do partido em importantes estados. Em Minas Gerais, por exemplo, estendeu tapete vermelho para que o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Khalil, se filie à sigla.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.12.18
ED. 6016

Tratamento de choque

O Advent, controlador do Walmart no Brasil, vai investir cerca de R$ 100 milhões para dar uma chacoalhada na operação de e-commerce da rede varejista. Nos últimos anos, a matriz do Walmart praticamente largou o negócio de lado, deixando para trás um rastro de prejuízos.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.12.18
ED. 6016

Profilaxia

Assessores de Jair Bolsonaro já teriam solicitado ao Palácio do Planalto a troca de linhas telefônicas que servem à Presidência, à Casa Civil e à Secretaria de Governo. Ouseja: linhas que hoje atendem à trinca Michel Temer, Eliseu Padilha e Carlos Marun. Não é necessariamente uma praxe: alguns dos números telefônicos do Palácio têm mais de 20 anos.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.12.18
ED. 6016

Herança

O prefeito Bruno Covas pretende deslanchar a concessão do Parque Ibirapuera até junho de 2019. Trata-se de uma das tantas operações similares que João Doria prometeu realizar e acabou entregando ao seu vice e sucessor.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.12.18
ED. 6016

Atestado oportuno

A equipe médica de Jair Bolsonaro tem recomendado que ele não viaje para o Fórum de Davos, na Suíça, na terceira semana de janeiro. Seria um esforço demasiado às vésperas de sua nova cirurgia.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.12.18
ED. 6016

Ponto final

As seguintes empresas não retornaram ou não comentaram o assunto: MAN e Advent.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.