Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

Planos
18.10.18
ED. 5976

Cardápio de Bolsonaro inclui até consulta popular sobre o destino de Lula

Teria partido da dupla Janaina Paschoal e Miguel Reale Junior a inusitada proposta a Jair Bolsonaro de que, devidamente diplomado, o então presidente envie ao Congresso pedido de consulta nacional sobre a manutenção ou não de Lula no cárcere. Curiosa a origem da ideia. Foram os dois jurisconsultos os responsáveis pelo requerimento de impeachment da presidente Dilma Rousseff e consequentemente pela demolição do governo do PT. A fonte do RR identifica na controversa sugestão dos dois juristas – Janaina agora coroada como a deputada estadual mais votada da história do país – uma medida multiuso.

Primeiramente, atenderia, em parte, ao clamor internacional, notadamente o provocado pelo Comitê de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU), que defendia que o ex-presidente pudesse concorrer nestas eleições e permanece intercedendo pela sua liberdade. Bolsonaro poderá afirmar que era apenas um candidato e Lula, seu adversário, ainda que indireto, cabendo aos Poderes da República que se manifestassem sobre o assunto. Na situação de presidente, ele estaria em condições legais de encaminhar ao Congresso a consulta de julgamento popular, o tribunal mais legítimo para avaliação da condenação sui generis de Lula.

Jair Bolsonaro estaria dando também o maior recado de alerta à desinibida judicialização que vem pautando as instâncias juridicantes. A iniciativa sancionaria a realização de outros referendos ou plebiscitos que o Capitão já antecipou pretender utilizar no futuro. Se for liberto, teoricamente Lula estaria constrangido a ser um interlocutor afável de Bolsonaro na Presidência da República. O que não seria nada excepcional, conhecendo-se o pragmatismo do petista.

Por outro lado, se a criminalização do ex-presidente for reiterada pelo povo, Bolsonaro se livraria de um permanente problema político. O ícone estaria sepultado. O RR enviou aos dois mencionados juristas uma série de perguntas sobre o assunto. Janaina Paschoal negou a informação. Garantiu não ter tratado da questão com o candidato Jair Bolsonaro e tampouco com integrantes do Judiciário.

Está feito o registro. Por sua vez, Miguel Reale Junior não quis se pronunciar. A proposta, ressalte-se, estaria sendo guardada a duzentas mil chaves pela campanha do Capitão nesse período do segundo turno, onde os votos do antipetismo são considerados essenciais não somente para dar a vitória a Bolsonaro nas urnas, mas também para proporcionar uma diferença expressiva no escrutínio. Caso a consulta popular venha a se confirmar e seja favorável ao ex-presidente, será a maior rasteira na História, jamais concebida em todos os tempos, como diria o próprio: Bolsonaro e seus generais, com a ajuda do povo, libertando Lula do cárcere.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

18.10.18
ED. 5976

Vai dar na BBC de Londres

Duas equipes da BBC de Londres estão no Brasil colhendo farto material para produzir um documentário sobre as eleições. O roteiro começa com as manifestações de junho de 2013, segue pela derrubada do governo petista e o consequente crescimento da extrema direita no país até o pleito deste ano. O impeachment de Dilma Rousseff terá um capítulo à parte. Alguns personagens centrais do episódio já foram ouvidos pela emissora britânica, entre os quais o ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo. Os ingleses ainda aguardam a resposta do Palácio do Planalto para um pedido de entrevista com Michel Temer. Jair Bolsonaro também foi procurado pela BBC.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

18.10.18
ED. 5976

TSE investiga drible nas cotas partidárias

O TSE vai investigar um suposto esquema de “feminicídio eleitoral”. Há suspeitas entre os ministros da Corte de que os partidos montaram um laranjal para burlar a cota obrigatória de 30% de candidaturas de mulheres. Um dos indícios mais agudos é uma relação de 21 concorrentes a deputada estadual, de oito partidos diferentes, que não receberam sequer um voto. Seriam candidaturas fake, criadas apenas para justificar o uso de recursos do fundo partidário, que, nestes casos, teriam sido desviados para bancar a campanha de outros nomes do partido. Ressalte-se que, pela legislação eleitoral, as legendas também são obrigadas a destinar 30% do financiamento público para mulheres.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

18.10.18
ED. 5976

O chão ainda treme na Gafisa

O contencioso na Gafisa ainda está longe do fim. Os três executivos recentemente destituídos da diretoria, entre eles o ex-CEO Sandro Gamba, preparam-se para acionar a incorporadora na Justiça, com o pedido de uma indenização milionária. A fatura vai na conta do take over da companhia pelo investidor sul-coreano Mu Hak You, da gestora GWI. You afastou toda a gestão executiva e o Conselho ao tomar o controle da Gafisa em Bolsa.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

18.10.18
ED. 5976

RGE avança em terras brasileiras

A indonésia RGE, que adquiriu o controle da fabricante de celulose paulista Lwarcel, deverá desembolsar cerca de US$ 200 milhões na compra de florestas no Mato Grosso do Sul. Trata-se da antessala para um investimento ainda maior: a duplicação da capacidade da Lwarcel, uma conta da ordem de US$ 1 bilhão.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

18.10.18
ED. 5976

Olimpíada do videogame

Um grupo de investidores norte-americanos levou ao Ministério do Turismo e à Autoridade do Legado Olímpico o projeto de instalar um parque temático de jogos eletrônicos nas arenas olímpicas da Barra. Recentemente, Roberto Medina entupiu o local de gente com a realização do XP Games.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

18.10.18
ED. 5976

Para cumprir tabela

A campanha de Fernando Haddad está gravando um vídeo com depoimentos de artistas e personalidades públicas em apoio à democracia. A essa altura do campeonato, serve mais para justificar o fee dos marqueteiros do que propriamente para ter algum impacto eleitoral.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

18.10.18
ED. 5976

Plano B da Eternit

A Eternit busca um sócio para a Companhia Sulamericana de Cerâmica (CSC), sua controlada. O fortalecimento financeiro da CSC, com o aumento da sua produção, é uma das grandes apostas do grupo para compensar a proibição do uso do amianto no Brasil. O banimento da matéria-prima está no centro da crise que levou a Eternit à recuperação judicial, com mais de R$ 250 milhões em dívidas.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

18.10.18
ED. 5976

Glória a Deus

Alçado ao status de celebridade do momento, Cabo Daciolo analisa convites de duas emissoras para apresentar um programa de cunho religioso.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

18.10.18
ED. 5976

Chama o Doria

João Doria está reforçando sua equipe de comunicação para a reta final da campanha. Entre outros nomes, contratou o jornalista Luciano Suassuna, que comandou a assessoria de Henrique Meirelles no primeiro turno.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

18.10.18
ED. 5976

Ponto final

As seguintes empresas não retornaram ou não comentaram o assunto: Gafisa e Eternit.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.