Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

Planos
02.09.18
ED. 5945

Embargo russo sangra os frigoríficos brasileiros

A convicção de que o governo Temer acabou faz tempo se espalha também pelo setor agropecuário. O embargo da Rússia à carne brasileira, que já entrou no nono mês, está deixando um dramático rastro de demissões sem qualquer sinal de solução do Ministério da Agricultura e do Itamaraty para o impasse. Segundo o RR apurou, números que circulam na própria Pasta da Agricultura indicam que os frigoríficos já abateram quase três mil postos de trabalho em decorrência direta da suspensão dos embarques para a Rússia. O problema tende a se agravar consideravelmente se não houver um acordo com o governo russo no curto prazo. O setor já calcula que os cortes deverão duplicar até o fim do ano, em razão do efeito cascata que a queda das exportações tem sobre o preço dos produtos no próprio mercado interno e consequentemente sobre a rentabilidade das empresas. No segmento de carnes suínas, a situação é ainda mais dramática: produtores já operam com margens negativas de 20%. De acordo com um empresário do setor ouvido pelo RR, o ministro Blairo Maggi manteve uma série de contatos com grandes grupos frigoríficos ao longo da última semana. Segundo a mesma fonte, Maggi acenou com a resolução do imbróglio bilateral ainda em setembro. Trata-se da mesma promessa que vem sendo refogada mês atrás de mês.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

02.09.18
ED. 5945

Lula declara armistício a Ciro

Lula determinou que o PT lance uma trégua e interrompa os ataques a Ciro Gomes. “Vamos precisar do Ciro no segundo turno”. Segundo o RR apurou, a frase foi repetida pelo ex-presidente ao próprio Fernando Haddad e ao presidente da CUT, Wagner Freitas, que também o visitou recentemente. Lula orientou Haddad a buscar uma reaproximação de Ciro com o intuito de fechar um pacto de não agressão, tanto nos programas eleitorais quanto nos debates. Não vai ser fácil. Do lado pedetista da trincheira, o entendimento é que o armistício vale somente até Haddad oficializar sua candidatura. A partir daí é pau puro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

02.09.18
ED. 5945

Bolsonaro nas vitrines do varejo

O catarinense Luciano Hang, dona da rede varejista Havan, se dispôs a organizar encontros entre Jair Bolsonaro e empresários da Região Sul. Um dos primeiros deverá reunir representantes da esgarçada indústria têxtil de Santa Catarina. Entusiasta declarado do Capitão, Hang chegou a cogitar a hipótese de abrir suas próprias lojas (122 em todo o Brasil) para que Bolsonaro fizesse campanha. Foi demovido por seus executivos.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

02.09.18
ED. 5945

Últimos quilômetros?

Segundo informações filtradas da própria Ford, Lyle Watters deverá deixar o comando da operação brasileira até o fim do ano. Caso se confirme, sua passagem pelo cargo terá durado pouco mais de dois anos. Quase nada mudou nesse período. A Ford segue estagnada
na quarta posição do ranking brasileiro, com boa parte de suas vendas dependente de veículos de menor valor agregado, como o Ka.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

02.09.18
ED. 5945

Linha de tiro

Jair Bolsonaro e Geraldo Alckmin estarão na linha do tiro dos próximos programas eleitorais de Henrique Meirelles. Lula também será citado, mas na prateleira dos autoelogios à gestão de Meirelles no BC.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

02.09.18
ED. 5945

Busca da sobrevivência

A Brinquedos Estrela prepara sua entrada no segmento de games eletrônicos. No início do ano, a empresa de Carlos Tilkiam ingressou nas áreas de cosméticos e livros infantis.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

02.09.18
ED. 5945

A intrigante sucessão na Kepler Weber

A escolha do novo CEO da Kepler Weber, Piero Abbondi, deixou os fundos de investimento que coabitam o capital da companhia bastante intrigados. Os minoritários da fabricante de silos se perguntam se o Conselho de Administração não poderia ter tido o cuidado de optar por outro nome, nem que fosse para evitar as interpretações enviesadas que agora circulam entre os investidores. Até o início deste mês, Abbondi comandava a operação sul-americana daGSI, controlada pela AGCO – gigante mundial do setor de máquinas e equipamentos agrícolas.

Trata-se exatamente do mesmo que grupo que, no ano passado, lançou uma oferta pública para comprar os 34% da Kepler Weber pertencentes ao Banco do Brasil e à Previ. A proposta seria posteriormente estendida aos demais acionistas, mas não deu tempo. A operação foi questionada pela CVM, e a AGCO retirou a proposta, no fim de 2017.

O enredo, no entanto, não se encerraria neste ponto. Nos meses seguintes, a ação da Kepler Weber passou a ser alvo de inusitadas negociações. Fundos de investimento iniciaram sucessivas operações cruzadas de compra e venda que derrubaram a cotação – ver RR edição 10 de maio. Desde janeiro a Kepler Weber perdeu mais de 50% do seu valor de mercado, tornando-se uma presa vulnerável para um take over hostil. Os minoritários esperam que o Cavalo de Troia já não esteja dentro de casa.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

02.09.18
ED. 5945

Transnordestina é um trem contra Ciro

A campanha de Geraldo Alckmin está reunindo farto material sobre a passagem de Ciro Gomes como presidente da Transnordestina, a ferrovia de Benjamin Steinbruch que liga nada a lugar algum. Além de compilar uma variedade de denúncias que cercam o projeto, os assessores de Alckmin estão mapeando os atrasos no cronograma e as demissões feitas na era Ciro. Durante sua gestão, o número de trabalhadores na Transnordestina caiu a um terço.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

02.09.18
ED. 5945

Sempre Valdemar

Valdemar da Costa Neto (PR) está em todos os “Centrões”. Enquanto faz campanha por Geraldo Alckmin, tem aproveitado o crepúsculo do governo para arrancar do presidente Michel Temer uma última leva de verbas e nomeações para o seu partido.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

02.09.18
ED. 5945

Début petroleiro

A 5a Rodada de Partilha do Pré-Sal, agendada para 28 de setembro, será marcada pela presença de petroleiras novatas. Além da DEA Deutsche Erdoel, já confirmada, a Bahrain Petroleum Company também deverá estrear nos leilões da ANP.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

02.09.18
ED. 5945

Duplo chapéu

A chinesa Xinjiang Goldwind avalia entrar no leilão das SPEs da Eletrobras. Uma das maiores fabricantes de turbinas eólicas do mundo, com faturamento de US$ 4 bilhões, a companhia vislumbra a oportunidade de garantir o fornecimento de equipamentos para as usinas arrematadas. Os chineses desembarcaram no Brasil há menos de um ano e já teriam fechado dois contratos para a venda de turbinas.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

02.09.18
ED. 5945

O presidente da Lava Jato

Alvaro Dias está tentando arrancar uma declaração de apoio de um dos integrantes da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba. O procurador Deltan Dallagnol já tirou o corpo fora. “Melhor” fez Sergio Moro, quando soltou uma nota em que não confirmou nem negou se aceitaria o convite de Dias para o Ministério, dando mais exposição ao assunto.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

02.09.18
ED. 5945

Ponto final

As seguintes empresas não retornaram ou não comentaram o assunto: Ford, Estrela, Kepler Weber e Xinjiang Goldwind.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.