Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

Planos
31.08.18
ED. 5944

Jair Bolsonaro e João Doria dançam um bolero eleitoral

Jair Bolsonaro e João Doria têm feito aproximações sucessivas. Ambos executam uma coreografia de colaborações cruzadas, que podem avançar e ganhar mais corpo à medida que as pesquisas assim determinem. O liaison entre ambos vem sendo promovido por Paulo Guedes, ministro da Fazenda em uma eventual gestão Bolsonaro. Os sinais de estreitamento das relações entre o presidenciável e o candidato ao governo de São Paulo surgem a olhos vistos.

É o caso do jantar oferecido pelo empresário Fabio Wajngarten a Bolsonaro há cerca de dez dias, em São Paulo. A maior parte dos presentes era ligada ao Grupo Lide, de Doria, convescote de empresários extremamente liberais, a rigor muito mais afeitos ao discurso de Guedes do que, por exemplo, ao de Pérsio Arida, coordenador do programa econômico de Geraldo Alckmin. Para Bolsonaro, essa aproximação poderá ajudá-lo a construir a imagem de um candidato mais pró-empresariado. João Doria, que conspirou até o último instante para ser o presidenciável tucano, movimenta -se no tabuleiro com duas peças.

Para todos os efeitos, seu candidato é o correligionário Geraldo Alckmin. E assim será se as próximas pesquisas apontarem para o crescimento de Alckmin. Caso contrário, o mais provável é que o candidato ao governo de São Paulo deslize de vez na direção de Bolsonaro, vislumbrando um acordo para o segundo turno. Por sinal, aliados de Doria no PSDB, notadamente o grupo Conexão 45, já têm feito reuniões no interior de São Paulo pedindo voto para o Capitão.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.08.18
ED. 5944

Será que agora sai a venda de Sepetiba Tecon?

A CSN tem recebido sondagens de grandes operadores portuários interessados na aquisição do Sepetiba Tecon. Entre os pretendentes estão a Dubai World Ports, que comprou a Embraport da Odebrecht, e China Communications Construction Company (CCCC) – esta última está construindo um terminal em São Luís. Tratando-se de Benjamin Steinbruch, o fato de a CSN ter aberto uma fresta da porta para conversas não quer dizer muita coisa. Nos últimos dois anos, Sepetiba Tecon esteve para ser vendida em pelo menos duas ocasiões. Na última teleconferência com analistas, no anúncio dos resultados do segundo trimestre, Benjamin prometeu negociar ativos para reduzir o endividamento do grupo em US$ 1,5 bilhão. É assim há pelo menos dois trimestres.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.08.18
ED. 5944

O último gole

A Danone deverá seguir os passos da Nestlé e deixar o mercado brasileiro de água mineral. Os franceses têm menos de 2% do setor. O candidatíssimo à compra da operação é o Grupo Edson Queiroz, que, no início do ano, adquiriu os ativos da própria Nestlé. Procurado, o grupo cearense garante que “neste momento” não está envolvido em qualquer negociação. Já a Danone não quis se pronunciar.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.08.18
ED. 5944

Bote duplo

A chinesa State Power prepara um bote duplo sobre as hidrelétricas de Santo Antônio e Jirau.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.08.18
ED. 5944

Operação casada

A Man Latin America, leia-se Volkswagen, bateu o martelo: o projeto de abrir uma fábrica na Argentina sairá do papel em 2019. Toda a operação será comandada pelo QG do grupo no Brasil.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.08.18
ED. 5944

Palco vazio

A campanha de Henrique Meirelles está tentando garimpar artistas dispostos a declarar apoio ao candidato, notadamente entre duplas sertanejas de Goiás, seu estado natal. Até agora, no entanto, não encontrou ninguém de renome disposto a “chamar o Meirelles”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.08.18
ED. 5944

PDT joga contra a candidatura Ciro em SP

Ciro Gomes tem criticado duramente a falta de estrutura do PDT no maior colégio eleitoral do país. O diretório de São Paulo é terra arrasada. Há dívidas antigas – a maioria delas se acumula desde 2013, quando Paulinho da Força abandonou o partido e arrastou boa parte dos filiados para fundar o Solidariedade. De lá para cá, a militância da legenda no estado minguou, o que tem dificultado a organização de eventos e reuniões, tanto na capital quanto no interior. Na tentativa de contornar a rarefeita presença do PDT, o staff de comunicação de Ciro tem produzido um maior número de posts nas redes sociais voltado ao eleitorado paulista.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.08.18
ED. 5944

Máquina de Vendas repõe estoques

Fabricantes de eletroeletrônicos e eletrodomésticos estão retomando gradativamente a entrega de produtos para a Máquina de Vendas, reflexo da venda da holding varejista para a gestora Starboard Partners. Por conta dos seguidos atrasos de pagamento aos fornecedores, a Ricardo Eletro vem operando com estoques extremamente baixos. Algumas lojas, segundo o RR apurou, dispõem de mercadorias apenas para duas semanas de operação.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.08.18
ED. 5944

Disputa arbitral

Segundo o RR apurou, a ação arbitral que a Tecsis está movendo contra a GE gira em torno de R$ 2 bilhões. O pedido de indenização equivale a cerca de dois anos de faturamento que a fabricante de equipamentos para usinas eólicas teria com encomendas feitas e posteriormente canceladas pelos norte-americanos. Procurada, a GE confirma a suspensão do acordo, mas diz desconhecer “qualquer pedido de indenização por parte da Tecsis”. Afirma ainda que “segue aberta para buscar uma solução para o caso”. A Tecsis, por sua vez, não se pronunciou.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.08.18
ED. 5944

Paes ainda está nesse ônibus?

Eduardo Paes deixou o cargo de vice-presidente da BYD para concorrer ao governo do Rio, mas, pelo jeito, não avisou à empresa. Executivos da fabricante chinesa de ônibus elétricos estariam usando o nome de Paes em tratativas com prefeituras brasileiras. Entre outros contratos, a BYD disputa o fornecimento de veículos para o corredor de ônibus Radial Leste 2.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.08.18
ED. 5944

Avon chama

Um dos grandes desafios do novo presidente da Avon, o ex-Natura José Vicente Marino, é turbinar a operação de e-commerce. O negócio ainda representa uma fatia pequena da receita se comparada às vendas diretas. Ressalte-se que Marino chega pressionado pelos números que ajudaram a minar seu antecessor, David Legher. O faturamento da Avon no Brasil tem recuado seguidamente – 13% no segundo trimestre.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.08.18
ED. 5944

Startups do álcool

O Grupo São Martinho está semeando alguns milhões de reais no financiamento de startups. O foco é o desenvolvimento de novas tecnologias para a produção de açúcar e etanol.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

João Amôedo tem dito a aliados próximos que Jair Bolsonaro e Geraldo Alckmin se comprometeram a aderir ao abaixo-assinado pedindo a sua participação nos debates presidenciais. Até agora, no entanto, nem sinal do chamegão de um e de outro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.08.18
ED. 5944

Ponto final

As seguintes empresas não retornaram ou não comentaram o assunto: CSN, MAN, Avon, Máquina de Vendas e BYD.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.