Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

Planos
17.08.18
ED. 5934

Alckmin se antecipa ao PT e abre fogo contra Haddad

O PSDB não vai esperar pelo óbvio, leia-se a substituição de Lula por Fernando Haddad na disputa presidencial. A ordem na campanha de Geraldo Alckmin é subir o tom contra Haddad desde já. A partir deste fim de semana, a comunicação do tucano começará a despejar nas redes sociais ataques à gestão do petista na Prefeitura de São Paulo.

Uma das peças já prontas mostrará que ele cumpriu apenas metade das promessas de campanha. Ao mesmo tempo, a propaganda tucana vai associar a figura de Haddad aos malfeitos do PT e à herança econômica do governo de Dilma Rousseff. Neste caso, o marqueteiro de Alckmin, Lula Guimarães, vai utilizar como mote o número do PT e o tempo em que a sigla esteve à frente da Presidência, contando o interrompido segundo mandato de Dilma: “13 anos de PT e 13 milhões de desempregados”, dirá um dos spots.

O slogan já foi testado pelo tucano em um evento político no interior de São Paulo na semana passada e será viralizado nas mídias digitais. A decisão da campanha de Geraldo Alckmin de antecipar os fatos e jogar foco, desde agora, em Fernando Haddad foi determinada pelos primeiros sinais de crescimento do petista nas pesquisas. Sondagens feitas pelo QG de Alckmin entre os dias 10 e 14 de agosto indicaram que Haddad já começou a herdar votos transferidos pelo ex-presidente Lula, mesmo antes da oficialização da sua candidatura. O que tem chamado a atenção dos tucanos é o aumento das menções espontâneas a Haddad. Em uma das sondagens, o ex-prefeito já aparece perto dos 8%, dois pontos percentuais a mais do que na pesquisa divulgada pela Rede Record no início da semana.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.08.18
ED. 5934

Boeing e Airbus duelam por Neeleman

O empresário David Neeleman está no centro de uma das mais ferozes disputas comerciais do planeta. A Embraer/Boeing vem tentando invadir o espaço aéreo da Airbus/Bombardier e atravessar o acordo feito por esta última para a venda de 60 jatos à nova companhia de aviação que Neeleman está criando nos Estados Unidos. Esse jogo nervoso ganhou novos contornos com a venda da fabricante brasileira. Com a Embraer, a Boeing passa a ter uma posição privilegiada de negociação com Neeleman. A empresa de São José dos Campos tem praticamente cadeira cativa na frota da Azul. Recentemente, o próprio CEO da companhia, John Rodgerson, disse que “não existe a menor possibilidade de a Azul comprar um jato da Airbus/Bombardier”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.08.18
ED. 5934

Script petista

O registro da candidatura de Lula na última quarta-feira foi acompanhado de uma blitzkrieg nas redes sociais e aplicativos de mensagem. Pouco mais de uma hora após a marcha de petistas ao TSE, o partido disparou uma mensagem por WhatsApp com os dizeres “Lula é candidato! Agora é oficial”. A estimativa do partido é que o torpedo tenha chegado a mais de 30 milhões de pessoas.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.08.18
ED. 5934

Reunindo depoimentos

Bastante popular entre os “boleiros”, Jair Bolsonaro está reunindo depoimentos de jogadores em apoio a sua candidatura. Um de seus grandes cabos eleitorais é o vigoroso Felipe Melo, do Palmeiras, uma espécie de “Bolsonaro dos gramados”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.08.18
ED. 5934

Tanque cheio

Após comprar 78% da Alesat, a Glencore pretende ampliar sua participação no mercado de combustíveis com a compra de postos regionais. Segundo o RR apurou, uma das empresas avaliadas pela trading suíça é a gaúcha Charrua. Com mais de 250 postos, a companhia detém aproximadamente 10% do mercado do Rio Grande do Sul.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.08.18
ED. 5934

Zurich Airport joga duro com o governo

A Zurich Airport aumentou a pressão da cabine nas negociações para assumir a concessão do Aeroporto de Viracopos, no lugar da Triunfo Participações e da UTC Engenharia. Nas tratativas mantidas com a Anac e o Ministério dos Transportes, o grupo tem condicionado o negócio ao recuo do governo em sua disposição de reabrir o terminal da Pampulha para voos comerciais. Na ótica dos suíços, o “favor” está muito bem pago. Do seu lado, a Zurich resolve um enorme problema para o governo ao tomar o manche de Viracopos e evitar a devolução da concessão pelos atuais acionistas, o que exigiria uma nova e desgastante licitação. Por sua vez, o meia volta volver em relação à reabertura da Pampulha evitaria um prejuízo para o Aeroporto de Confins, do qual o grupo suíço é sócio.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.08.18
ED. 5934

A nova lavra da Equinox Gold

A canadense Equinox Gold procura um novo parceiro para tocar o projeto Aurizona, reserva de ouro no Maranhão, com produção estimada em 136 mil onças por ano – o equivalente a cerca de US$ 160 milhões a preços de hoje. Na semana passada, a companhia rompeu a joint venture com a sul-africana AngloGold Ashanti. Procurada, a Equinox confirmou o fim do acordo com os africanos e disse que “está aberta a outra joint venture ou pode explorar a concessão por conta própria”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.08.18
ED. 5934

Um pé em cada canoa

PP e DEM, integrantes da coalizão baleia montada por Geraldo Alckmin, trabalham para descolar sua imagem do governo Temer, mas jamais se distanciando do poder. Os democratas emplacaram Henrique Sartori como secretário executivo do Ministério da Educação. Já Ciro Nogueira, presidente do PP, reuniu-se com Michel Temer na semana passada e saiu com a garantia de duas nomeações para a Agência Nacional de Saúde (ANS).

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.08.18
ED. 5934

Paes tem novo plano para a Cedae

Candidato ao governo do Rio, Eduardo Paes promete brecar a venda da Cedae, ao menos no atual modelo. A proposta elaborada pelos assessores de Paes bebe na fonte da Sabesp, com um formato similar ao adotado pelo governo paulista. A ideia é criar uma holding –onde a estatal de saneamento seria pendurada – com a posterior venda de uma participação desta nova companhia. Nos cálculos da equipe de Paes daria para pagar com sobras o empréstimo do BNP Paribas ao estado, que teve como garantia a própria Cedae.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.08.18
ED. 5934

Síndico ausente

Michel Temer ainda deverá fazer ao menos mais uma viagem internacional antes de passar a faixa presidencial ao sucessor. Será um tour por países da América Latina. A essa altura, tanto fez como tanto faz.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.08.18
ED. 5934

A caminho da Nyse

O Grupo Soma, holding que reúne grifes como Farm e Animale, faz planos de desfilar na passarela da Nyse em 2019. O IPO se daria junto com a abertura de quatro lojas da Farm em Nova York e São Francisco. O Soma já anunciou a intenção de instalar até 20 pontos de venda nos Estados Unidos nos próximos dois anos.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.08.18
ED. 5934

Tempos difíceis

O ex-Carrefour Luiz Fazzio, novo presidente do Walmart Brasil, tem sido procurado, dia sim e o outro também, por antigos colegas da diretoria da rede francesa. São executivos querendo escapar da máquina de moer carne em que a empresa se transformou. Em um ano, o Carrefour já ceifou mais de três mil empregos no Brasil em todos os seus níveis hierárquicos.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.08.18
ED. 5934

Ponto final

As seguintes empresas não retornaram ou não comentaram o assunto: Zurich Airport, Soma, Embraer, Azul, Glencore e Charrua.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.