Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

Planos
26.06.18
ED. 5896

BC dá linha nos swaps e segura reservas cambiais de olho na eleições

O Banco Central está pronto para superar a venda de US$ 115 bilhões de swaps cambiais, realizada na gestão anterior, de Alexandre Tombini. Até agora, já foram ofertados US$ 43 bilhões de swaps. Com os dólares das reservas, contudo, as vendas serão aconta-gotas. Segundo uma fonte do RR, o BC se dispõe informalmente a leiloar até US$ 10 bilhões das reservas cambiais, sempre com compromisso de recompra.

A combinação é brandir o porrete com os swaps e calibrar o mercado com os leilões de linha, podendo aumentar um pouco este último, caso haja uma pressão para a venda. Por enquanto, os sinais em relação à demanda por dólar a vista estão confusos. No leilão de linha de ontem, o BC esperava ter uma procura maior pelos US$ 3 bilhões colocados à disposição do mercado. Vendeu somente US$ 500 milhões, ou seja, 17% do total.

A impressão é que os investidores e empresas que buscavam dólares para remeter ao exterior fugiram. Ou, então, apostam em uma alta do dólar, na próxima reunião do Copom. De qualquer forma, há uma expectativa de um mercado pressionado devido ao andamento da disputa eleitoral. As reservas cambiais fecharam em US$ 382 bilhões, na última sexta-feira. Mesmo com essa montanha de dólares e a possibilidade teórica de usar os swaps cambiais em valor acima das reservas, o BC tem medo de que o país sofra um ataque especulativo. Basta que Ciro Gomes suba nas pesquisas e insista no discurso de desapropriação das áreas vendidas do pré-sal para que os abutres do mercado de derivativos façam o dólar subir para patamares inéditos.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

26.06.18
ED. 5896

O “Brasil profundo” de Bolsonaro arrepia

A defesa da pena de morte que Jair Bolsonaro vem fazendo tem amparo popular. O candidato realizou pesquisa sobre a receptividade das suas propostas de campanha mais polêmicas. A tese da pena de morte recebeu aprovação de 68% dos entrevistados. Esse é o “Brasil profundo” que Bolsonaro afirma conhecer melhor do que os concorrentes. Dá até um calafrio na espinha imaginar quais as outras perguntas da pesquisa e as respostas do nomeado “Brasil profundo”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

26/06/18 9:48h

douglasvalverde

disse:

Nossa constituição atual não permite a pena de morte. Como dito no final da matéria a reportagem não teve acesso as demais perguntas, portanto escreve sobre o que ouviu dizer, o que caracteriza baixa capacidade investigava do relatório reservado.

26.06.18
ED. 5896

A Copa do Mundo de Temer já está perdida

O marqueteiro do Palácio do Planalto, Elsinho Mouco, encomendou pesquisa para avaliar o impacto que a Copa do Mundo pode ter no animus nacional. Puro diversionismo! A essa altura, não há hexacampeonato que melhore a popularidade de Michel Temer. Esse é um jogo perdido.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

26.06.18
ED. 5896

Perigo ainda maior

Além do combate às fake news, a força tarefa do TSE e do serviço de Inteligência do Exército vai mergulhar nas redes sociais para rastrear comunicações entre o crime organizado nas eleições.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

26.06.18
ED. 5896

Ciro fala ao mercado

Ciro Gomes vai reforçar a interlocução com o mercado. Na quinta-feira, fará uma palestra na XP Investimentos, em São Paulo. Em meados de julho, deverá se reunir com investidores em Nova York.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

26.06.18
ED. 5896

Quem sabe, em 2019?

O governo renovou por mais um ano – ou seja, pós-mandato – o contrato do intérprete pessoal de francês que atende a Michel Temer. Quem sabe, em 2019, ele não possa ser útil a Temer em alguma missão no exterior?

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

26.06.18
ED. 5896

A resenha de Lula

Na esteira dos comentários sobre a Copa que Lula tem enviado ao programa de José Trajano na TV dos Trabalhadores, o PT e seus advogados já estudam a hipótese de o ex-presidente conceder uma entrevista por escrito à mídia internacional.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

26.06.18
ED. 5896

Alckmin encontra os “culpados”

Os últimos dias têm sido particularmente tensos no QG da campanha de Geraldo Alckmin. Segundo o RR apurou, no fim de semana o pré-candidato tucano à Presidência chegou a cogitar a substituição do seu marqueteiro, Lula Guimarães, e mudanças no seu staff de comunicação, mas foi demovido da ideia por assessores mais próximos, notadamente Pimenta da Veiga. Em meio ao clima de caça às bruxas, a equipe de comunicação foi cobrada a intensificar o trabalho nas redes sociais, seja para a viralização das propostas de governo, seja na desconstrução dos principais adversários, leia-se, sobretudo, Jair Bolsonaro e Ciro Gomes. O publicitário Marcelo Vittorino, coordenador de marketing digital do PSDB, foi escalado para garimpar influenciadores digitais e trazê-los para a campanha. Em outra frente, o partido vai promover oficinas pelo Brasil para treinar militantes quanto ao uso das mídias sociais. Nada disso, no entanto, resolve o maior dos problemas de Alckmin: a fritura que tem sofrido fora e, sobretudo, dentro do próprio PSDB.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

26.06.18
ED. 5896

Fundo sueco finca bandeira em terras brasileiras

O AP2 – um dos cinco grandes fundos de pensão da Suécia, com uma carteira de ativos da ordem de US$ 40 bilhões – está se unindo a investidores norte-americanos na compra de terras agrícolas no Brasil.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

26.06.18
ED. 5896

Fogo de Chão fecha a conta na Nasdaq

Mudanças à vista no “cardápio” da Fogo de Chão. O fundo norte-americano Rhône Capital, que comprou o controle da rede de churrascarias em fevereiro deste ano, estaria preparando o fechamento de capital da empresa na Nasdaq. Não deixa de ser curioso, uma vez que praticamente todo o plano de expansão da companhia se concentra nos Estados Unidos.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

26.06.18
ED. 5896

Um racha animal na base aliada de Marcio França

Um projeto de lei aparentemente prosaico em tramitação na Assembleia Legislativa de São Paulo pode causar uma deserção na base aliada do governador Marcio França. Trata-se do PL 31/2018, que prevê a proibição do embarque de animais vivos para fins de abate em São Paulo. França já se declarou favorável à proposta. O líder do PPS, Arnaldo Jardim, um dos líderes da bancada ruralista na Assembleia, acena com o rompimento da aliança eleitoral com o PSB, de França, caso o projeto seja aprovado. O argumento é que São Paulo perderá um importante nicho de negócio para outros estados.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

26.06.18
ED. 5896

Minerva Foods

A fusão com a BRF é página virada. Os novos caminhos da Minerva Foods passam pelo aumento da participação do Saudi Agricultural and Liverstock Investment (Salic), fundo de investimento ligado à família real da Arábia Saudita. Donos de 20% do capital, os árabes têm interesse em assumir o controle do negócio e usar a Minerva como guarda-chuva para a compra de frigoríficos de menor porte no Brasil.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

26.06.18
ED. 5896

Eleva em São Paulo

O Eleva, o colégio triple A de Jorge Paulo Lemann, vai desembarcar em São Paulo em 2019.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

26.06.18
ED. 5896

Análises combinatórias

Às vésperas do iminente lançamento da pré-candidatura de José Luiz Datena (DEM) ao Senado, surge outra possível missão para o apresentador. Uma corrente do PSDB cogita apoiar sua candidatura ao governo de São Paulo caso João Doria venha a tomar o lugar de Geraldo Alckmin como o concorrente tucano à Presidência.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

26.06.18
ED. 5896

Ponto final

Procuradas pelo RR, as seguintes empresas não retornaram ou não comentaram o assunto: Eleva e Minerva Foods.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.