Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

Planos
25.06.18
ED. 5895

MEC prepara um provão para os grandes grupos de educação

Há uma apreensão entre os grandes grupos de ensino do país. O Ministério da Educação prepara mudanças fulcrais no regime de avaliação das quase 2,5 mil instituições de ensino superior, que terão considerável impacto sobre o modelo acadêmico das universidades e o próprio ranqueamento do setor. A proposta do Conselho Nacional de Educação (CNE), ligado ao MEC, deverá ser encaminhada ao presidente Michel Temer no início de julho.

Um dos principais critérios de avaliação será o índice de evasão de alunos de graduação. Cursos com maiores taxas de retenção receberão melhor avaliação do Ministério. O CNE também levará em consideração a trajetória profissional do aluno após a conclusão da faculdade. Serão analisados o grau de empregabilidade, a faixa salarial e a posição de liderança obtida pelo formando no mercado de trabalho. Se for aprovada, a proposta do MEC vai virar de ponta cabeça o atual sistema de pontuação das universidades. As notas alcançadas pelas respectivas instituições no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) passarão a ter um peso ponderado menor na cesta de critérios do Ministério.

Dessa forma. a “ditadura das provas” não seria mais a variável preponderante de avaliação de um curso, abrindo espaço para critérios como o índice de satisfação do aluno e, sobretudo, os dividendos profissionais alcançados após a graduação. O novo conceito deverá enfrentar resistências dos grupos de educação, uma vez que exigirá mudanças nos próprios programas acadêmicos dos cursos. Hoje, uma parte expressiva das instituições privadas trabalha com foco em conseguir boas notas de seus alunos no Enade, o que lhe garante posições de ponta no ranking do setor. Outro desafio diz respeito à capacidade do MEC de levantar todas as informações relativas ao novo modelo de avaliação. A Pasta precisará criar um sofisticado sistema de pesquisas junto a alunos e formandos.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.06.18
ED. 5895

Um pouco mais de adubo no caixa da Petrobras

Estão avançadas as negociações entre a Petrobras e a russa Acron para a venda da unidade de nitrogenados de Três Lagoas (MS). A operação gira em torno dos US$ 600 milhões, além do investimento que os russos terão de fazer para concluir a construção do empreendimento. Segundo o RR apurou, a própria Petrobras mantém gestões com o governo da Bolívia para garantir o fornecimento de gás e, assim, viabilizar a venda da unidade e a retomada das obras.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.06.18
ED. 5895

A última viagem

O presidente Michel Temer deverá fazer ao menos um grande giro internacional antes do fim do mandato. O Itamaraty trabalha para reagendar a viagem à Ásia, adiada duas vezes por conta das “flechadas” da PGR contra Temer. A avaliação do Planalto é que dificilmente haverá uma terceira denúncia. Nunca se sabe…

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.06.18
ED. 5895

Estandarte de luxo

O ex-pré-candidato Luciano Huck virou estandarte de luxo dos presidenciáveis. Depois de Marina Silva, Geraldo Alckmin deverá se reunir com o apresentador nos próximos dias.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.06.18
ED. 5895

Plantão médico

O GIC – o fundo soberano de Singapura que já aportou mais de R$ 3 bilhões na Rede D ́Or – estaria se unindo à gestora norte-americana HIG para comprar hospitais no Brasil.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.06.18
ED. 5895

“Feriadão” eletrocuta leilão de distribuidoras

O Palácio do Planalto já perdeu as esperanças de o Congresso votar, nos próximos dias, o projeto de lei que viabiliza a venda das distribuidoras de energia da Eletrobras da Região Norte. A semana legislativa será curtíssima. Na última sexta-feira, em grupos de WhatsApp, deputados e senadores falavam abertamente em encerrar os trabalhos amanhã, por conta do jogo da seleção brasileira contra a Sérvia, na quarta-feira. O governo corre contra a má vontade do Congresso e o relógio. O primeiro leilão, da Amazônia Energia, está previsto para 26 de julho. No entanto, sem o projeto de lei, que prevê o pagamento de parte das dívidas das empresas com a criação de fundos setoriais, a licitação corre sério risco de ser cancelada por falta de candidatos.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.06.18
ED. 5895

Assim é se lhe parece

Moreira Franco é um dos poucos no MDB que ainda leva fé na candidatura de Henrique Meirelles. Tanto que está empenhado em empurrar a convenção do MDB de julho para o início de agosto. Acha que qualquer dia a mais pode ajudar Meirelles a subir um degrauzinho nas pesquisas.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.06.18
ED. 5895

O Rio de Janeiro cobra seu preço

A norte-americana Tishman Speyer, uma das incorporadoras que mais investiu na Zona Portuária do Rio, tem sido obrigada a refazer suas contas. Em 2009, quando começou a entregar os imóveis do Aqwa Corporate e do Port Corporate, seus dois grandes empreendimentos na região, o valor de locação estava em R$ 160 por metro quadrado. Hoje, o preço praticado já está em R$ 60/metro quadrado.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.06.18
ED. 5895

O Guia de Fernando Haddad

Walfrido dos Mares Guia já é tratado pelos próprios petistas como o coordenador da virtual campanha de Fernando Haddad à Presidência. O ex-ministro tem tido uma participação cada vez mais assídua na articulação política de Haddad dentro e fora do PT.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.06.18
ED. 5895

Toma, que o escândalo é seu

A área de comunicação do governador Marcio França, candidato à reeleição, trabalha junto aos jornalistas para empurrar a responsabilidade pela nomeação do agora ex-presidente da Cesp, Laurence Casagrande, preso na semana passada, na conta do antecessor Geraldo Alckmin.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.06.18
ED. 5895

Produto exportação

O “Minha Casa Minha Vida” virou inspiração para a Red Sea Housing, um dos maiores grupos imobiliários da Arábia Saudita. A empresa tem sondado construtoras brasileiras que participam do programa para levar o modelo de habitações populares a países do Oriente Médio. A Red Sea já faz negócios no Brasil em parceria com a Direcional Engenharia.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.06.18
ED. 5895

Patrocínio chinês

A fabricante de material esportivo chinesa 361o estaria aguardando o fim da Copa para fazer uma oferta de patrocínio à seleção brasileira. Trata-se de um lugar cativo da Nike desde 1996.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.06.18
ED. 5895

Cemig Telecom

Além da TIM Brasil, o Grupo Algar também tem interesse no braço de telecomunicações da Cemig. O governo mineiro corre para leiloar a empresa antes das eleições.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.06.18
ED. 5895

Ponto final

Procuradas pelo RR, as seguintes empresas não retornaram ou não comentaram o assunto: Red Sea Housing e Petrobras.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.