Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

Planos
24.11.14
ED. 5007

Casino conta cada nota do troco reservado para o Makro

Para o Casino não há meio termo: ou o Pão de Açúcar deslancha sua operação no comércio atacadista ou, então, é melhor deixar de vez o segmento. Por ora, os franceses empenham- se pela primeira opção. O grupo prepara um plano de expansão da rede Assaí, que hoje está atrás de suas principais concorrentes: Atacadão/Carrefour e Makro. O projeto prevê o desembolso de R$ 1 bilhão para a abertura de 30 lojas até o fim de 2015. O Pão de Açúcar vai dar prioridade a estados onde a bandeira ainda não está presente, notadamente no Nordeste e no Centro-Oeste. Com as inaugurações, a rede vai romper a barreira de cem pontos de venda no país. A retomada dos franceses soa como um mea culpa. Ao dar prioridade a  reestruturação das operações de super e hipermercados no país, o Casino acabou relegando a divisão atacadista ao segundo plano. O Assaí acabou perdendo terreno tanto para o Atacadão quanto para o Makro. O terceiro lugar no comércio atacadista significa a lanterna entre as grandes do setor. No caso específico da rede holandesa, a situação de desvantagem do Pão de Açúcar causa ainda mais perplexidade por conta dos notórios problemas de crescimento do grupo no mercado brasileiro. O Assaí tem mais lojas do que o Makro – 81 a 78 – e, ainda assim, fatura cerca de US$ 400 milhões a menos do que a concorrente. Com as novas lojas, a rede deverá ultrapassar a marca de US$ 3,5 bilhões de receita por ano, enfim superando o Makro. Encostar no Atacadão já é uma tarefa mais complexa. O braço atacadista do Carrefour soma mais de US$ 5 bilhões em vendas anuais.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

24.11.14
ED. 5007

IPO da Embrapa ressurge do fundo da terra

 O governo pretende desencavar um projeto que já criou raízes profundas no Congresso: o IPO da Embrapa. O assunto volta a  tona com novas nuances. A abertura de capital contemplaria a oferta de apenas 30% do capital, e não mais 49%, como prevê o projeto de lei do senador Delcídio Amaral, em hibernação no Congresso Nacional desde 2008. A redução da fatia ofertada ao mercado seria uma forma de aplacar a resistência da bancada ruralista a  operação. Líderes do agronegócio sempre consideraram excessiva a possibilidade de venda de quase metade da companhia. Desde o início, o projeto de Delcídio carregou a pecha de que levaria a uma “desnacionalização branca” da Embrapa, ao abrir tamanho espaço para a participação de grupos estrangeiros na empresa. A nova proposta para a abertura de capital da Embrapa já foi objeto de conversas entre Dilma Rousseff e a senadora Kátia Abreu, virtualmente escolhida para assumir o Ministério da Agricultura. A oferta de ações da estatal viria em um momento de grande pressão sobre a Embrapa. Empresários do agronegócio e parlamentares ligados ao setor têm cobrado do governo maiores investimentos na estatal. Mesmo internamente, há pesadas críticas a medidas adotadas durante o primeiro mandato de Dilma Rousseff. Um dos motivos de insatisfação é o desmantelamento do Centro de Estudos Estratégicos e Capacitação em Agricultura Tropical (Cecat). O projeto foi desenvolvido durante o governo Lula com o objetivo de capacitar profissionais da área de agrociência, inclusive especialistas de outros países.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

24.11.14
ED. 5007

Conta Slim

Se todos os projetos da América Móvil para o próximo ano saírem do papel, o investimento de Carlos Slim no Brasil vão superar a marca de US$ 10 bilhões no biênio 2014/15.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

24.11.14
ED. 5007

Chance tripla

Pelo andar da carruagem, a Eletrobras já ganhou o leilão da hidrelétrica de São Luiz do Tapajós, previsto para o ano que vem. De forma direta ou por meio de suas subsidiárias, a estatal deverá participar de três consórcios. Ou seja: só perde, se der uma zebra das grandes.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

24.11.14
ED. 5007

Funcef

Ricardo Berzoini trabalha com afinco pela manutenção de Carlos Augusto Borges na diretoria de Participações Societárias e Imobiliárias da Funcef.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

24.11.14
ED. 5007

“Paulinho” 1

A francesa Egis deve gostar de fortes emoções. Sócio da UTC Engenharia na concessão do Aeroporto de Viracopos, o grupo costura uma parceria com a Camargo Corrêa para os próximos leilões aeroportuários. Em tempo: a fonte do RR, um executivo do setor, não conseguiu conter o sarcasmo: “Com tanto lava-jato em volta, aos menos os aviões vão estar sempre bem limpos”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

24.11.14
ED. 5007

“Paulinho” 2

Os japoneses da Toyo querem distância de Augusto Mendonça. O grupo trabalha com duas hipóteses: comprar a participação do sócio na Toyo Setal ou simplesmente deixar o negócio. A decisão final dependerá do andamento das investigações na Justiça.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

24.11.14
ED. 5007

Amarilio Macêdo

Amarilio Macêdo, dono da J. Macêdo, está cercado de consultores empresariais. Ele procura respostas para as perdas de market share e redução da rentabilidade em segmentos chave, como o mercado de farinhas domésticas – responsável por um terço das vendas do grupo. Procurado, o grupo negou a queda de participação no mercado.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

24.11.14
ED. 5007

Um opositor

Um opositor desembestado da recandidatura de Paulo Skaf a  presidência da Fiesp vem tachando a iniciativa de “Fiespão”, em alusão ao “petrolão”. O mesmo dirigente empresarial falou que bastará remexer nas ossadas da participação da entidade na disputa eleitoral ao governo do estado para exumar o escândalo. Maldade pura! Se algo de condenável for realmente encontrado, o ocorrido não passará de um “Fiespinho”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.