O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, vai se reunir, em dezembro, com seus pares da Argentina, Uruguai e Bolívia para negociar a construção de um anel de gasodutos entre os cinco países. A Venezuela seria o quinto participante, mas pulou fora devido a sua derrocada financeira. O custo aproximado do negócio é de US$ 1,5 bilhão.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.