24.10.18
ED. 5980

Bolsonaro ganha um presente na economia

O capitão Jair Bolsonaro, prestes a se tornar o presidente do Brasil, vai receber uma primeira boa notícia na área econômica antes das festas natalinas. O IBGE vai anunciar os números da sua Pesquisa de Orçamento Familiar (POF), que periodicamente realiza uma revisão das contas nacionais. O instituto ainda não divulgou os dados devido ao tradicional atraso em função de problemas orçamentários, além da decisão política de não apresentar a revisão dos cálculos antes do fim das eleições. O RR, contudo, apurou que a revisão estatística trará um crescimento adicional entre 5% e 6% sobre o aumento de 1% do PIB, em 2017, com promessa de carregamento positivo para o “governo bolsomínico”. É um percentual pequeno, mas de graça não se recusa nada. Este avanço significará uma redução dos indicadores que têm o Produto Interno como base de mensuração. Exemplo: a dívida pública bruta, atualmente na faixa de 77% do PIB, vai cair apenas em função da rodada da POF. Ela deverá diminuir ainda mais em razão da queda do dólar e de uma pequena subida do PIB, no pós-Bolsonaro. Mas isso já é um outro capítulo. Ao que tudo indica, as estrelas estão iluminando o caminho do Capitão, que não mostrou até agora ter lanterna própria.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.