05.01.17
ED. 5532

Bola fora

Em conversas reservadas, João Adibe Marques, dono do laboratório farmacêutico Cimed, não esconde seu desapontamento com os resultados do contrato de patrocínio firmado com a CBF. É muito escândalo para pouco recall da marca. O problema é que ainda faltam três anos para o fim do acordo. Ou não. Procurada, a Cimed nega o descontentamento e a possibilidade de ruptura do acordo.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.