26.04.18
ED. 5855

BNDES já trata 2018 como um ano perdido

A área técnica do BNDES responsável pelos financiamentos à ex-portação de serviços de engenharia já virou a folhinha do calendário para 2019. O setor está encruado pela Lava Jato e somente raros projetos deverão entrar no banco. As empreiteiras estão estigmatizadas e os próprios técnicos do BNDES são colocados sub judice ao cumprirem seu trabalho de análise e recomendação. É uma doideira, porque a exportação de serviços gera divisas, encomendas no mercado nacional e inserção geopolítica. É o caso de torcer para que o futuro mandatário tenha força política e a cabeça no lugar. Por enquanto, o cenário no banco é fronteiras fechadas para a comercialização dos serviços de engenharia.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.