Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos

Relacionados

01.07.15

Viver e You procuram um abrigo contra a crise

O esfarelamento do mercado imobiliário aponta para um inexorável processo de consolidação do setor. É como se a crise sussurrasse no ouvido dos investidores: “Unam-se sob o mesmo teto ou eu vos devorarei”. You e Viver, duas das principais incorporadoras de São Paulo, já entenderam a mensagem. Os acionistas das duas empresas costuram uma associação, dando origem a uma companhia com lançamentos previstos para este ano da ordem de R$ 1,2 bilhão. Trata-se de uma operação quem vem sendo desenhada desde 2012, quando o fundo norte-americano Paladin, maior acionista individual da Viver, desembarcou também no capital da You. Há pouco mais de um ano, o private equity tentou derrubar de vez as paredes entre as duas construtoras. No entanto, esbarrou na resistência da família Muszkat, controladora da You. Desta vez, a história tem tudo para ser diferente. A engenharia sobre a mesa não prevê uma fusão em condições societárias iguais, mas, sim, a incorporação da Viver pela You. O controle ficaria nas mãos dos Muszkat, cabendo ao Paladin uma participação minoritária. Procurada pelo RR, a You negou as negociações. Já a Viver não quis se pronunciar. No ano passado, as duas incorporadoras tiveram vendas somadas da ordem de R$ 550 milhões. Poderia ter sido mais se, a quela altura, a Viver já não acusasse os primeiros sinais da crise no setor. A companhia teve uma queda de receita de 70% em relação a 2013 ? a You, por sua vez, ainda conseguiu registrar um crescimento de 6% nas vendas, atingindo a marca de R$ 318 milhões. De lá para cá, no entanto, a situação das duas é bastante parecida. Ambas convivem com suspensão de lançamentos, disparada do estoque de imóveis e necessidade de desmobilização de terrenos para fazer caixa.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.