fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
assuntos

Waimiri Atroari

12.05.22

Uma linha mais do que enroscada

O pagamento da indenização de R$ 90 milhões aos índios Waimiri Atroari, de Roraima – informação antecipada, com exclusividade, pelo RR na edição de 30 de março -, está longe de representar a retomada das obras da linha de transmissão de Tucuruí. Agora, vem a segunda parte do problema: o governo terá de renegociar com o consórcio Transnorte Energia, liderado pela Alupar, o valor do empreendimento. A empresa exige o reequilíbrio financeiro do contrato de concessão e o reconhecimento de mais de R$ 900 milhões que já teriam sido investidos no projeto.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

26.04.22

O dinheiro vai sair

Segundo o RR apurou, a Funai deverá apresentar, na próxima semana, uma proposta aos índios Waimiri Atroari para destravar a construção da linha de transmissão de Tucuruí, projeto da ordem de R$ 3 bilhões. O governo federal aceitou pagar uma compensação financeira para cobrir o impacto ambiental do empreendimento sobre o território da etnia, em Roraima – conforme o RR antecipou na edição de 30 de março. O valor da indenização pode chegar a R$ 100 milhões. Cerca de 120 dos 700 quilômetros da linha de transmissão atravessam a reserva dos Waimiri Atroari.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.