fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos

Duda Lima, o marqueteiro de Jair Bolsonaro, está na corda bamba. Lima não caiu nas graças nem de Carlos nem de Eduardo Bolsonaro. Na prática, o “02” e o “03” querem reduzir o espaço de Valdemar da Costa Neto, responsável pela indicação do profissional, na campanha.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.05.22

Adubo para o Centrão

Valdemar da Costa Neto, que manda e desmanda no Banco do Nordeste, é apontado dentro da própria instituição como o principal artífice da criação da nova superintendência de agronegócios. É quase um “Ministério de bolso” no que diz respeito ao orçamento: a nova área terá cerca de R$ 9 bilhões em crédito para distribuir em 2022.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

27.04.22

Fio desencapado

O presidente da Câmara, Artur Lira, e Valdemar da Costa Neto estão duelando nos bastidores para emplacar um apadrinhado na presidência da Chesf.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

O PL, de Valdemar da Costa Neto, está sedento para fisgar o comando da Valec. Ressalte-se que o presidente da estatal, André Kuhn, não tem mais a proteção de Tarcisio Freitas no Ministério da Infraestrutura para barrar indicações políticas.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

24.03.22

Tá tudo dominado

Valdemar da Costa Neto ganhou mais uma. Conseguiu brecar os estudos que vinham sendo feitos no governo para a possível transferência do Crediamigo para a Caixa ou o BB. O programa de microcrédito e os recursos – R$ 7,5 bilhões – seguirão integralmente no Banco do Nordeste. Onde Valdemar manda e desmanda.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

23.03.22

Pescaria partidária

Mais desfalques à vista no partido de Gilberto Kassab. Valdemar da Costa Neto garantiu a um senador, fonte do RR, que nos próximos dias fecha a entrada de mais dois deputados do PSD no PL.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

11.03.22

A volta de Demóstenes?

Valdemar da Costa Neto convidou o ex-senador Demóstenes Torres a se filiar ao PL e disputar a eleição para a Câmara. Seria um reforço para a bancada do jogo. Torres, por sinal, foi cassado pelo Senado em 2012 por suposta ligação com o contraventor Carlinhos Cachoeira.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

O RR teve a informação de que, nos últimos dez dias, o deputado Marcos Pereira, presidente do Republicanos, tentou por duas vezes agendar um encontro com Jair Bolsonaro. Levou bomba em ambas. Por essas e outras, o partido tem ameaçado deixar a base do governo.

A relação entre o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e o secretário executivo da Pasta, Rodrigo Otávio da Cruz, anda adoentada.

O secretário de Assuntos Fundiários do Ministério da Agricultura, Luiz Antonio Nabhan, vem propalando aos quatros cantos que já foi sondado por Jair Bolsonaro para assumir a Pasta após a saída de Tereza Cristina.

Após defenestrar Romildo Rolim do comando do Banco do Nordeste, Valdemar da Costa Neto trabalha agora para derrubar também o CEO interino da instituição, José Gomes da Costa. Valdemar não vai sossegar enquanto não colocar alguém seu na cadeira.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

Valdemar da Costa Neto articula a indicação de um apadrinhado para a diretoria do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs). Vai, assim, dividir o poder no órgão com Ciro Nogueira, responsável pela nomeação de Fernando Marcondes para o comando do Dnocs. O que está em jogo é a ascendência sobre um orçamento da ordem de R$ 900 milhões em 2022 e uma carteira de projetos e inaugurações com algum apelo eleitoral, notadamente no Nordeste.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

Valdemar da Costa Neto está mexendo os pauzinhos junto ao Palácio do Planalto para colocar gente sua nas superintendências do DNIT na Bahia e Ceará. Trata-se de uma volta ao passado: Costa Neto já foi o “dono” dos cargos os governos Dilma e Temer.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.