fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
assuntos

Valdemar da Costa Neto

03.12.21

Dividendos I

O PL, de Valdemar da Costa Neto, quer fisgar o comando da Valec. Segundo fonte do Palácio do Planalto, Costa Neto já indicou dois nomes para o cargo, entre eles um apadrinhado que integrou a diretoria da estatal em 2017 e 2018. Hoje, a Valec é dirigida por André Kuhn, que, no governo Bolsonaro, já passou também pelo DNIT.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

11.10.21

Valdemar não para

Após emplacar Miguel Marques na presidência da Funasa (Fundação Nacional da Saúde), Valdemar da Costa Neto quer agora lotear as superintendências da entidade, notadamente no Nordeste, onde estão os principais projetos d autarquia. Ainda que menor, os superintendentes têm seu peso no manejo de verbas do órgão.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

02.09.21

Sempre cabe mais um nome do Centrão no governo

Graças às articulações de Valdemar da Costa Neto. o vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos (PL-AM), está muito bem cotado para ganhar uma cadeira na próxima reforma ministerial. Onde? Sempre se dá um jeito.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.06.21

Sob a proteção de Valdemar

Há uma articulação nos bastidores do Senado para que o governador do Rio, Claudio Castro, seja excluído da lista de convocações para a CPI da Covid. As negociações são conduzidas por Valdemar da Costa Neto, presidente do PL, novo partido de Castro. Se o governador ficar de fora da CPI, não será por falta de assunto. Assim como seu antecessor, Wilson Witzel, Castro foi acusado por Edmar Santos, ex-secretário de Saúde do Rio, de participar de um suposto esquema de desvio de recursos destinados à pandemia.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

Geraldo Alckmin passou o dia de ontem tentando evitar um racha no núcleo da sua coligação. Segundo informações filtradas do QG de campanha, Alckmin disparou mais de 40 telefonemas para líderes dos partidos aliados, a exemplo de Rodrigo Maia (DEM) e Valdemar da Costa Neto (PR), buscando esvaziar a reunião prevista para hoje, em São Paulo. Caciques das siglas que integram a coalizão baleia vão se encontrar para discutir os rumos da campanha tucana – um eufemismo para “discutir seus próprios rumos”. Há seguidos sinais de diáspora. Valdemar esteve recentemente com o General Mourão, vice de Jair Bolsonaro. Já Ciro Nogueira (PP) tem piscado o olho para o xará Ciro Gomes (PDT).

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.