fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos

No entorno de Jair Bolsonaro, estão todos fechados e remando na mesma direção. Ou quase. Existem nervos sensíveis, caso do advogado Tarcísio Vieira de Carvalho, que comanda a parte jurídica da campanha de Jair Bolsonaro. Carlos e Eduardo Bolsonaro querem detonar Carvalho. Ex-ministro do TSE, o advogado tem o apoio de aliados políticos do presidente, notadamente de Valdemar Costa Neto e Ciro Nogueira.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.05.22

Operação blindagem

Os ministros do TSE cogitam requisitar à Polícia Federal reforço de sua segurança pessoal. O mesmo vale para as instalações físicas do Tribunal, em Brasília.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.05.22

Será que também vai ter indulto?

Segundo uma fonte do TSE, é grande a probabilidade da Corte confirmar a cassação do mandato do deputado federal Carlos Bezerra (MDB-MT), já derrotado em julgamento no TRE-MT. Ressalte-se que o relator do processo no Tribunal, ministro Mauro Campbell, é conhecido pelo rigor nos votos. Bezerra é acusado de irregularidades na prestação de contas da sua campanha em 2018.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.03.22

Padrinho forte

O advogado André Luis Callegari, candidato a uma vaga no TSE, conta com um valioso “cabo eleitoral”: Gilmar Mendes.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

31.03.22

Sempre cabe mais um no Fundo Eleitoral

O TSE estuda alterar o modelo de rateio do Fundo Eleitoral. A principal mudança seria a inclusão do número de deputados estaduais de cada partido no cálculo adotado para a distribuição dos recursos. Hoje, a divisão do dinheiro leva em consideração apenas as vagas de cada sigla na Câmara e no Senado, beneficiando legendas que privilegiam a eleição federal. A alteração da regra permitiria um maior escoamento dos recursos do Fundo para partidos com bases estaduais fortes, como, por exemplo, o MDB.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

24.03.22

Na mira da Justiça

O RR apurou que o TSE monitora de perto oito canais no Youtube pró-Bolsonaro suspeitos de disseminar fake news. Ressalte-se que recentemente a Justiça bloqueou perfis pertencentes ao blogueiro Allan dos Santos.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

10.03.22

Um nome anti-fake news

O ministro Edson Fachin, presidente do TSE, cogita contratar um executivo da área de segurança digital para a direção-geral da Corte. Seria uma medida profilática contra as denúncias de fraude nas urnas eletrônicas, que saem notadamente das hostes bolsonaristas. De certa forma, Fachin também procurou uma blindagem quando convidou o general Fernando Azevedo, ex-ministro da Defesa, para o cargo, no início do ano. Azevedo aceitou, mas, depois, voltou atrás.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.03.22

Enxugando gelo

O ministro Edson Fachin, que assumiu há duas semanas a presidência do TSE, deverá convocar nos próximos dias uma reunião com os presidentes dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs). Fachin quer apertar o cerco à propaganda eleitoral antecipada. Na semana anterior ao Carnaval, por exemplo, surgiram em Minas Gerais e Mato Grosso vários outdoors pró-Bolsonaro, a maior parte de autoria não revelada. Alguns deles traziam dizeres de que Lula vai implantar um “regime comunista” no Brasil.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.02.22

Vai ter dobradinha dos Faria?

O ex-governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, pai do ministro Fabio Faria, vai recorrer ao TSE. Ele tentará anular a suspensão dos seus direitos políticos por oito anos, decretada pelo TRE-RN por abuso de poder econômico na eleição de 2018. Segundo o RR apurou, o clã sonha com uma dobradinha em família: Faria filho como candidato ao Senado e Faria pai na disputa pela Câmara. A situação, no entanto, é complicada: em casos como esse, o TSE costuma referendar o veredito dos tribunais regionais.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

28.12.21

Eleição da vacina

O TSE vai exigir comprovante de vacinação de todos os mais de 1,5 milhão de presidentes de seção e mesários convocados para trabalhar na eleição de 2022. O anúncio será formalizado pelo atual presidente da Corte, ministro Luis Roberto Barroso, antes de deixar o cargo, em fevereiro. Certamente a medida vai ser contestada sabe-se bem por quem. A essa altura, e daí?

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.