fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
13.01.20

Drágeas sobre a mesa

A israelense Teva estaria em conversações para a compra de uma participação no laboratório goiano Teuto, controlada pela família Mello. Trata-se de um território societário hostil. A norte-americana Pfizer já foi sócia do Teuto, mas deixou o negócio após uma relação de tapas e tapas com o clã.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

27.08.19

Vai faltar remédio para ictiose no Brasil?

O laboratório israelense Teva comunicou ao Ministério da Saúde e à Anvisa que suspenderá a produção, no Brasil, do Neotigason, nome comercial da Acitretina. Trata-se do único medicamento disponível no mercado brasileiro para o tratamento de ictiose, doença hereditária caracterizada por pele seca e escamosa. Não raramente ela se manifesta associada a enfermidades mais graves, como
o linfoma de Hodgki. Consultado, o Ministério da Saúde confirmou a interrupção na fabricação do remédio. Disse ainda ao RR que, até o momento, “não foi informado oficialmente de desabastecimento do Neotigason na rede do SUS”. É uma questão de tempo que a fatura chegue aos cofres públicos. A responsabilidade pela aquisição do medicamento é das Secretarias Estaduais de Saúde. Mas cabe ao governo federal, via Ministério, custear a compra.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.