fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos

O deputado federal Neri Geller (PP-MT) está cotado para assumir o Ministério da Agricultura em 2022, caso Tereza Cristina deixe o cargo para concorrer à Câmara ou ao Senado. O nome de Geller, vice-presidente da Frente Parlamentar da Agricultura, foi soprado ao pé de ouvido de Jair Bolsonaro por Artur Lira.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

O governo, ao que tudo leva a crer, está dando razoável importância à Expo Dubai 2020. Paulo Guedes, Tarcísio Freitas e Tereza Cristina – talvez os três ministros mais representativos da gestão Bolsonaro – deverão participar do evento, que será aberto em outubro. Consultados, os Ministérios da Economia e da Agricultura não se pronunciaram. A Pasta da Infraestrutura informou que “ainda não temos a confirmação de participação nesta agenda”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

05.07.21

Ministério blindado

A nomeação de Guilherme Bastos para a Secretaria de Política Agrícola da Pasta da Agricultura deve ser contabilizada como uma vitória da ministra Tereza Cristina sobre o Centrão. O Republicanos era o mais ávido pelo cargo.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

16.06.21

Semente misteriosa

É grande a pressão da Abitrigo para que a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, intervenha junto à Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) e impeça a liberação da venda de trigo transgênico no Brasil. Por ora, no entanto, a ministra é uma esfinge: ninguém sabe ao certo a sua posição sobre o assunto.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

05.05.21

Adubo financeiro

A ministra Tereza Cristina está usando de todo o seu prestígio para garantir junto à equipe econômica um aumento do volume de recursos do plano safra 2021-2022. Se dependesse só de Paulo Guedes, a colheita seria inferior à do ano passado (R$ 263 bilhões).

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

23.04.21

Déficit de auditores

A ministra Tereza Cristina, hoje uma das mais prestigiadas do governo, tem feito gestões junto a Paulo Guedes para que atenda o pedido de novos recursos com o objetivo de reduzir o déficit de fiscais agropecuários. Tereza vocaliza as reclamações dos grandes exportadores do agronegócio diante dos atrasos na liberação de cargas nos portos brasileiros. O número de veterinários contratados em 2020, cerca de 140, foi insuficiente para cobrir aposentadorias e afastamentos de servidores por causa da Covid-19. Mas, para Guedes, todo o trocado é uma fortuna.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

16.04.21

Melhor para o Brasil

O novo chanceler Carlos Alberto França e a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, estão na maior sintonia.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

Além da possibilidade de liberar a importação de milho transgênico, notadamente dos Estados Unidos, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, defende a concessão de uma linha de crédito especial para a compra da commodity. Seria uma medida mais aguda para aumentar a oferta do produto e conter a disparada dos preços no mercado interno. Na quarta-feira passada, Tereza participou de uma reunião remota com técnicos da Conab e do Instituto Nacional de Meteorologia. O quadro para a próxima safra de milho é preocupante.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

12.03.21

O milho de cada dia

O RR tem informações de que o governo deverá anunciar nos próximos dias a liberação das importações de milho transgênico. A principal voz favorável à proposta é a da própria ministra da Agricultura, Tereza Cristina. A medida ampliaria as possibilidades de importação da commodity para suprir a escassez interna e a disparada dos preços o valor da saca duplicou nos últimos 12 meses. A princípio, a autorização seria em caráter temporário, por até três meses.

Avicultores reivindicam à Tereza Cristina que o governo zere as alíquotas de PIS e Cofins sobre a importação de milho. A isenção tributária valeria para o cereal destinado à produção de frangos. A pressão por conta dos preços da commodity chegou a tal ponto que alguns avicultores já relataram que terão de matar aves antes do tempo de abate por falta de ração

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

A própria Tereza Cristina desarticulou o lobby que vinha sendo feito em Brasília pela sua nomeação para o Ministério das Relações Exteriores. Aos olhos de Tereza, era coisa de quem queria vê-la longe do Ministério da Agricultura e não necessariamente no Itamaraty.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.