Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
06.12.18
ED. 6009

Goleador oportunista

Após comprar 51% do Valladolid, na Espanha, Ronaldo Fenômeno quer investir em clubes brasileiros. Ou algo do gênero. Na prática, pretende montar uma operação de derivativos, beliscando receitas provenientes da venda de jogadores das categorias de base.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

14.09.18
ED. 5953

Tabelinha

Ronaldo Fenômeno, que acaba de comprar o controle do clube espanhol Valladolid, já reservou uma vaga no negócio para o empresário Carlos Wizard. Dono de uma miríade de negócios, que inclui marcas esportivas, rede de varejos, cadeias de fast food etc, Wizard já é parceiro do ex-atacante em uma rede de escolinhas de futebol.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

18.07.18
ED. 5912

Wizard na educação

Carlos Wizard – uma holding multimarcas que reúne de grifes esportivas a redes de fast food, além de uma sociedade com Ronaldo Fenômeno – pretende investir em startups para a área  de educação. De certa forma é uma volta aonde tudo começou: a rede de cursos de idiomas Wizard.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

05.07.18
ED. 5903

Artilheiro

Ronaldo Fenômeno aproveita sua presença na Rússia para avaliar ofertas pela sua participação na empresa de marketing esportivo Octagon.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.01.18
ED. 5782

Último apito?

Ronaldo Fenômeno cansou de ser o dono da bola e das camisas. Teria colocado à venda a sua participação no time de futebol Fort Lauderdale Strikers, da NASL, uma espécie de segunda divisão dos Estados Unidos.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

16.10.17
ED. 5725

Tabuada

O híbrido de comentarista e empresário Ronaldo Fenômeno ensaia uma investida na área de educação. Provavelmente se sentará na sala de aula ao lado de Carlos Wizard, fundador da rede de idiomas Wizard e seu sócio em outras empreitadas.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

23.08.17
ED. 5689

Amigos do Ronaldo

As redes sociais não perdoam. Desde domingo, quando Ronaldo trocou abraços com João Doria em evento da Nike no Ibirapuera, pululam na internet fotos do Fenômeno com seus “aliados”, de Aécio Neves a cartolas da CBF. Como de hábito, sobrou também para Luciano Huck.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

22.05.17
ED. 5623

Royal straight flush

Ronaldo Fenômeno é o comandante de ataque de um grupo de investidores europeus dispostos a fazer uma fezinha no Brasil. Na mira, a abertura de cassinos e a possível privatização das loterias da Caixa Econômica. Ronaldo, ressalte-se, é garoto propaganda de uma das grandes empresas de jogos online do mundo, a PokerStars.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

O ex-jogador Ronaldo deu agora para fazer duras críticas a Marco Polo Del Nero e José Maria Marin, que cumpre prisão domiciliar em Nova York. Nem parece o mesmo fenômeno que andava grudado nos cartolas da CBF e até participou do Comitê Organizador da Copa de 2014.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

28.10.16
ED. 5485

Ronaldo Fenômeno é um empresário no banco de reservas

  O que está acontecendo com o empresário Ronaldo Luiz Nazário? De uma hora para a outra, o ex-jogador Ronaldo Fenômeno parece ter perdido o faro de artilheiro para os negócios. Um ano e meio após o seu lançamento, a Ronaldo Academy – parceria com o empresário Carlos Wizard – enfrenta dificuldades para manter seu projeto de expansão. A meta de atingir 50 escolinhas nos dois primeiros anos de operação já foi chutada para escanteio. Da primeira leva de 22 franquias vendidas no Brasil, apenas 13 unidades teriam sido efetivamente inauguradas. Alguns dos investidores que compraram o direito de utilizar a marca tentam romper o contrato e devolver a licença, temendo prejuízos.  Nos últimos meses, Ronaldo Fenômeno tem aparecido no noticiário econômico mais pelos gols perdidos do que marcados. A 9ine, a agência de marketing esportivo que criou em parceria com Marcus Buaiz, está sendo desativada pela britânica WPP, atual controladora. A sociedade com o próprio Carlos Wizard no Fort Lauderdale Strikers, time de futebol nos Estados Unidos, está chegando ao fim. Mesmo com todo o nome e influência, Ronaldo não conseguiu seu maior objetivo: assegurar um lugar na Major League Soccer (MLS), o principal campeonato dos Estados Unidos – o Strikers disputa uma liga paralela.  No caso da Ronaldo Academy, a mais recente delas, a do Espírito Santo, foi inaugurada no mês passado apenas com metade das 800 vagas preenchidas. Ressalte-se que, além de pagar cerca de R$ 400 mil pela licença, o franqueado ainda precisa dispor de um terreno de, no mínimo, mil metros quadrados. A expansão global também está aquém do planejado. Por ora, só a China comprou a ideia em maior escala: já são mais de 30 franquias fechadas, embora apenas oito já em operação. Nos Estados Unidos, são apenas cinco contratos firmados. As negociações para o desembarque do projeto nos Emirados Árabes, Arábia Saudita, Qatar e Rússia ainda são incipientes.  Uma coisa pode não ter nada a ver com a outra. Mas, já há algum tempo, Ronaldo vem sendo aconselhado por seus assessores a reduzir sua exposição política e a proximidade com áreas, digamos assim, minadas. No seu staff, é consenso de que sua enigmática participação no Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2014 e a relação com cartolas como José Maria Marin e Marco Polo Del Nero trouxeram um desgaste a sua imagem. • A seguinte empresa não comentou o assunto: Ronaldo Academy.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.