fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
25.06.20

Sinal verde

O governador Ronaldo Caiado já tem o apoio da Assembleia Legislativa para deslanchar a venda da Celg Geração e Transmissão. A questão agora é esperar pelo pós-pandemia.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

16.04.20

Água no pescoço

Pode ser que tenha passado da hora, mas o governador Ronaldo Caiado decidiu abrir mão de suas convicções e agora aceita privatizar a Saneago para ingressar no Regime de Recuperação Fiscal.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.04.20

Armistício temporário

Está longe de ser por um bom motivo, mas, com a Covid-19, o governador Ronaldo Caiado deu uma trégua à Enel. Por ora, deixou de lado a ofensiva para retomar a concessão da distribuidora de energia de Goiás.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.03.20

Linha direta com Guedes

Pode até não passar de bravata, mas o governador Ronaldo Caiado fez chegar ao ministro Paulo Guedes a mensagem de que não trata mais da venda da Saneago com o secretário de Privatizações, Salim Mattar. A partir de agora, Caiado quer linha direta com o próprio Guedes para discutir a venda da estatal de saneamento no âmbito do programa de ajuda fiscal do governo federal. O governador goiano tem falado cobras e lagartos de Mattar pela morosidade em conduzir a questão.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

21.01.20

As sombras de Ronaldo Caiado

A pressa do governador Ronaldo Caiado em tirar a distribuição de energia de Goiás das mãos da italiana Enel começa a chamar a atenção de outras instâncias de poder no estado. Principalmente pelo empenho de Caiado na transferência automática da concessão para a EDP. A Assembleia Legislativa e o Tribunal de Contas de Goiás já se mobilizam para questionar a legalidade da troca de concessionário sem nova licitação. Há um entendimento que não se trata da venda de um ativo entre entes privados: a ação do governo goiano sobre a Enel configuraria uma cassação da licença. Curiosamente, em dezembro, o TCU emitiu um relatório afirmando que o serviço da Enel em Goiás apresentou “sensível melhora” e que o “desempenho está dentro dos limites contratuais”. Tem muita penumbra nessa história.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

10.01.20

Os buracos de Goiás

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, conversou longamente com o ministro Onyx Lorenzoni na última segunda-feira. Sem caixa, Caiado tenta arrancar do governo federal o repasse de aproximadamente R$ 50 milhões para recuperar rodovias duramente atingidas pelas fortes chuvas no estado desde o início do verão. A corda só não está mais apertada por conta da liminar concedida pelo STF, desobrigando Goiás a pagar dívidas com a União. Mas se a AGU conseguir cassar a decisão, os buracos nas estradas goianas serão o menor dos problemas para Caiado.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

09.07.19

Queda d´água

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, pretende anunciar em setembro a venda da Saneago. Conta, desde já, com o apoio do BNDES. Se há algo para o qual as torneiras do banco ainda estão abertas são as privatizações.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

05.02.19

Caiado quer cutucar um vespeiro

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, deverá determinar uma devassa na concessão de benefícios no estado. A medida atingiria de laboratórios farmacêuticos a montadoras. Caiado vislumbra uma agenda política oportuna, ao levantar possíveis malfeitos de seus antecessores com o balcão de incentivos tributários.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.02.18

Um latifundiário por outro na Agricultura

O nome de Ronaldo Caiado (DEM-GO) circula no Palácio do Planalto como forte candidato a assumir o Ministério da Agricultura, caso Blairo Maggi se desincompatibilize do cargo em abril. Caiado tem mandato parlamentar garantido até 2022, o que facilitaria sua licença do cargo de senador. Diferente de Maggi, cujo futuro político ainda é uma incógnita. Ele é citado como possível candidato ao Senado ou mesmo ao governo do Mato Grosso pelo PP. Isso se a Lava Jato deixar. Maggi é investigado na Operação e já foi citado na delação premiada do ex-governador do Mato Grosso Silval Barbosa.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

08.09.16

Guarda florestal

 Nos últimos dias, em meio à votação final do impeachment, Ronaldo Caiado reforçou o esquema de segurança em suas fazendas em Goiás. Segundo uma fonte bem próxima ao senador, coisa de quem esperava – e até torcia – por alguma quizumba.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.