fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
28.10.20

Bloco na rua

A Repsol está interessada na compra da participação da Petrobras (45%) no Bloco Tayrona, no litoral nordeste da Colômbia. Ressalte-se que a estatal colombiana Ecopetrol, dona do restante do ativo, tem direito de preferência.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

10.10.19

Sucesso de bilheteria

O RR apurou que 14 empresas nacionais e estrangeiras, entre elas a boliviana YPFB e a espanhola Repsol, demonstraram interesse no contrato de transporte de gás pelo Gasoduto Bolívia-Brasil, no vácuo que será deixado pela Petrobras. O acordo entre a estatal e o Gasbol para a passagem de 18 milhões de metros cúbicos/dia se encerra em 31 de dezembro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

04.04.18

Vitol, Repsol e Total disputam o “leilão” dos postos da Ale

Está aberto o leilão para a venda da Ale, a quarta maior rede de postos do país. Segundo o RR apurou, a trading holandesa Vitol já teria formalizado uma proposta pelas participações do empresário Marcelo Alecrim e do fundo norte-americano Darby Overseas, os principais acionistas da empresa. A cifra gira em torno de R$ 1,8 bilhão. Mas Alecrim e Darby ainda tentam subir esse sarrafo para a casa dos R$ 2 bilhões. Repsol e Total também teriam mantido contatos com a Ale. Consultada, a Repsol nega as negociações. Está feito o registro, mas o RR confia no taco da fonte. A Ale diz “não confirmar as informações” e “ratifica que segue focada em seu plano de crescimento”. Já Total e Vitol não quiseram se pronunciar. Para a Vitol, a compra dos dois mil postos da Ale representaria seu desembarque no Brasil. Já para a Repsol e a Total, poderá significar a volta ao mercado brasileiro de distribuição de combustíveis.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.