fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
12.01.22

A volta dos que não foram

Demitido do comando do Banco do Nordeste, Romildo Rolim deverá ganhar novo ninho no governo Bolsonaro, ou na Sudene ou na Codevasf. Quem mais trabalha pelo seu nome junto ao Palácio do Planalto é o deputado Wellington Roberto (PL-PB). Curiosamente do mesmo partido de Valdemar da Costa Neto, o verdugo de Rolim no Banco do Nordeste.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

12.01.22

Trem de pouso

Ferrenho opositor da privatização do Santos Dumont, o senador Carlos Portinho (PL-RJ) está preparando um minucioso estudo que será enviado ao Tribunal de Contas da União. O objetivo é mostrar o impacto negativo que a licitação terá sobre o Aeroporto Internacional Tom Jobim.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

11.01.22

Bancada da cloroquina

O PL, de Jair Bolsonaro, flerta com a secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Mayra Pinheiro, mais conhecida como “Capitã Cloroquina”. Trata-se de um nome sob medida para o projeto do partido de montar uma bancada bolsonarista puro- sangue no Congresso.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

10.01.22

Ataque ao rival

O PL, de Jair Bolsonaro, tem feito seguidos movimentos na tentativa de cooptar o senador Marcos do Val. Mais do que ter o parlamentar do lado, o que Bolsonaro quer mesmo é desfalcar a “tropa” inimiga. Val é o responsável pela elaboração do programa de Sergio Moro para a área de segurança pública – conforme o RR antecipou na edição de 16 de novembro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

23.12.21

Siga o mestre

Mario Frias deverá se filiar ao PL no início de janeiro. O secretário de Cultura, um dos maiores aduladores de Jair Bolsonaro no governo, pretende disputar uma vaga na Câmara em 2022.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

21.12.21

Do outro lado da trincheira

O nome do marqueteiro Vladimir Porfírio circula no comitê de campanha de Sergio Moro. Seria um reforço para a equipe comandada pelo publicitário Fernando Vieira. Ressalte-se que Porfírio acabou de sair das “fileiras” inimigas. Depois de 28 anos, deixou o PL, novo partido de Jair Bolsonaro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

08.12.21

Cadeira cativa

Como quem ergue um troféu, o senador Marcio Bittar tem dito nos corredores do Congresso que Jair Bolsonaro garantiu apoio à candidatura de sua ex-mulher, Mônica Bittar, ao Senado em 2022. O curioso é que o PL, novo partido de Bolsonaro, tem outros planos no Acre. Está comprometido com a senadora Mailza Gomes (PP), candidata à reeleição.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

06.12.21

Siga o mestre

O secretário de Cultura, Mario Frias, deverá seguir os passos de Jair Bolsonaro e se filiar ao PL. Frias quer disputar uma vaga na Câmara em 2022.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

03.12.21

Dividendos I

O PL, de Valdemar da Costa Neto, quer fisgar o comando da Valec. Segundo fonte do Palácio do Planalto, Costa Neto já indicou dois nomes para o cargo, entre eles um apadrinhado que integrou a diretoria da estatal em 2017 e 2018. Hoje, a Valec é dirigida por André Kuhn, que, no governo Bolsonaro, já passou também pelo DNIT.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

03.12.21

Dividendos II

O deputado federal Altineu Cortes, presidente do PL no Rio, celebrou como poucos a entrada de Jair Bolsonaro no partido. Cortes está faminto por cargos na Aneel e na ANP. Nesta última, trabalha pela indicação de Simone Araújo para uma das diretorias.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.