fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
02.09.21

Caneta de Aras ganhou mais tinta

Augusto Aras pretende, enfim, acelerar o fechamento de unidades do Ministério Público em municípios menores. Mesmo com o parecer favorável de órgãos técnicos da PGR, Aras deixou o assunto em banho -maria devido às resistências no MPF. Agora, com o mandato renovado, chegou a hora de tirar o projeto do papel. Procurada, a PGR informou que “o assunto é objeto de discussão no Conselho Superior do MPF.”

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

30.08.21

O Fla-Flu na PGR

Augusto Aras, é “pop”. Durante sua sabatina, na última terça-feira, a ouvidoria do Senado recebeu 335 perguntas de internautas endereçadas a Aras. Foi o maior número de interações em eventos desse tipo nos últimos dois anos. Para efeito de comparação, na sabatina de Kassio Nunes para o STF, em outubro de 2020, o Senado contabilizou 228 questionamentos. Em tempo: a julgar pelas perguntas, Aras levou a polarização das eleições de 2022 para a PGR. Ele tem a simpatia de “bolsonaristas” e a ojeriza dos “anti Bolsonaro”.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

28.07.21

Pacto Anti-Aras na Procuradoria do Trabalho

Segundo o RR apurou, os três candidatos ao posto de procurador-geral do Trabalho teriam firmado um pacto entre si: quem ficar em segundo ou terceiro na lista tríplice que será encaminhada ao PGR, Augusto Aras, não deverá aceitar uma eventual indicação ao cargo. Ou seja: os dois derrotados na eleição marcada para o próximo dia 3 endossarão a escolha pelo nome mais votado. Estão no páreo os procuradores Margaret Matos e Márcio Amazonas e o sub-procurador Geral do Trabalho, José Lima, sub-procurador-geral do Trabalho. O pacto tem endereço certo. Aras, como se sabe, não é muito afeito a essas coisas: assumiu e foi reconduzido à PGR sem sequer constar da lista tríplice do Ministério Público.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

24.06.21

O intrincado xadrez do Ministério Público

A eleição para o Conselho Superior do Ministério Público Federal (CSM-PF), na semana passada, transformou a subprocuradora Maria Caetana Cintra Santos no fiel da balança do colegiado. Com a vitória dos subprocuradores Carlos Frederico Santos e Hildemburgo Chateaubriand, Augusto Aras passou a ter quatro aliados no CSMPF, mesmo número de conselheiros que fazem a oposição a ele. Para virar o jogo de vez, terá de buscar o apoio de Maria Caetana. Fácil não é. A subprocuradora é tida como uma esfinge por seus colegas: ora, vota alinhada a Aras; ora, na mão contrária ao PGR.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

23.06.21

“Reforma administrativa”

Segundo uma fonte muito bem posicionada no Ministério Público Federal, são grandes as chances do Conselho Superior do MPF aprovar a proposta de fechamento de representações de órgãos em cidades de menor porte. O assunto voltará a ser debatido hoje, em reunião extraordinária do CSMPF. Consultado, o Conselho disse que “por tratar-se de tema que será discutido na sessão de amanhã (hoje) não temos informação sobre o resultado.”.

Em tempo: de acordo com a mesma fonte, a ideia inicial do PGR Augusto Aras era desativar todos os escritórios do MPF fora das capitais. Acabou recuando por conta da forte resistência interna à ideia.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

15.06.21

Prêmio de consolação

Segundo informações filtradas do Palácio do Planalto, em conversa na semana passada, Jair Bolsonaro assegurou a Augusto Aras sua recondução ao cargo de PGR em setembro. Fica como prêmio de consolação a Aras, preterido à vaga no STF.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

18.05.21

O procurador-geral de Bolsonaro

O Conselho Superior do Ministério Público Federal (CSMPF) corre o risco de sofrer um apagão decisório a partir de junho. Os mandatos de quatro dos dez integrantes se encerram no próximo dia 31 e, até o momento, não há data confirmada para a eleição. Os opositores de Augusto Aras o acusam de manobrar nos bastidores para adiar ao máximo o pleito. Aras estaria tentando ganhar tempo para emplacar candidaturas de aliados. Hoje, o PGR é minoria no colegiado – ver RR de 3 de maio.

Em tempo: segundo o RR apurou, a subprocuradora da República Maria Iraneide Olinda Santoro, coordenadora da Câmara de Combate à Corrupção do MPF, deverá concorrer a uma das vagas, com o apoio de Aras.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

02.03.21

PGR vs. Judiciário

A PGR deverá mover uma ação direta de inconstitucionalidade contra a decisão da Assembleia Legislativa do Acre que livrou magistrados locais de devolverem gratificações indevidamente anexadas ao salário. A representação, encaminhada por procuradores do MPF, já está nas mãos de Augusto Aras.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

03.02.21

Pazuello no cree en brujas, pero…

Teoria da conspiração ou não, uma tese começa a ganhar corpo entre auxiliares mais próximos do ministro Eduardo Pazuello. Ao pedir ao STF a abertura de inquérito contra Pazuello para investigar a crise na saúde pública de Manaus, o PGR Augusto Aras teria entrado em campo com a missão de fritar o ministro e blindar o presidente Jair Bolsonaro.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

03.02.21

Grosso calibre

Segundo uma fonte do MPF, o PGR Augusto Aras vai emitir até o Carnaval parecer favorável à manutenção do afastamento de Wilson Witzel do cargo de governador do Rio. É mais um tiro na “cabecinha” (Apud Witzel) do governador afastado.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.