fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
10.02.22

Novo receituário

A família Melo, controladora do laboratório Teuto, vem mantendo tratativas com fundos de investimento para a venda de parte do capital da companhia. Trata-se de uma mudança em relação aos planos do ano passado, quando a empresa farmacêutica chegou a abrir o processo de IPO, suspenso em julho. Com faturamento da ordem de R$ 1,2 bilhão, o Teuto já teve um sócio no passado: a Pfizer, que deixou o negócio em 2017 após desentendimentos com os acionistas controladores.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

24.01.22

Será que agora vai?

Governadores do Consórcio Nordeste, notadamente Flavio Dino, do Maranhão, e Camilo Santana, do Ceará, estariam dispostos a negociar a compra direta de vacinas da Pfizer para acelerar a imunização de crianças de 5 a 11 anos. Não é a primeira vez que os estados ensaiam “bypassar” o Ministério da Saúde e adquirir o produto junto aos fabricantes. Nunca deu em nada.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

21.01.22

Há vacina para as fake news?

O ministro Alexandre de Moraes, responsável pelo inquérito das fake news no Supremo, investiga a origem de ataques à Pfizer nas redes sociais. Há relatos de supostas sequelas e óbitos, logicamente sem qualquer comprovação, atribuídos à vacina do laboratório. Além disso, já espocam informações falsas sobre o Paxlovid, pílula antiviral desenvolvida pela empresa contra a Covid-19. Há método na operação de desconstrução reputacional: as mensagens contra o medicamento surgem às vésperas da Pfizer solicitar seu registro à Anvisa.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

06.09.21

Plano B

Após cancelar o IPO do Teuto, a família Mello busca um sócio para o laboratório farmacêutico. Ocorre que o clã não é uma companhia das mais fáceis. Que o diga a Pfizer, que já esteve por lá.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

25.05.21

Pfizer quer distância de Pazuello

Segundo o RR apurou, a Pfizer teria encaminhado à CPI da Covid uma nova leva de documentos detalhando os contatos com o governo brasileiro para a oferta de vacinas. Com isso, o laboratório tenta evitar uma constrangedora acareação entre Carlos Murillo – ex-presidente da subsidiária brasileira e atual no 1 do grupo na América Latina – e o general Eduardo Pazuello.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

23.04.21

Pfizer esquenta CPI logo na partida

Em conversa com o RR, um dos senadores integrantes da CPI da Pandemia informou que o colegiado pretende convocar, até o início de maio, dirigentes da Pfizer. A ideia é ouvir a presidente da empresa no Brasil, Marta Díez, e executivos da matriz, que participariam da sessão por videoconferência. Os senadores querem apurar as razões pelas quais o governo Bolsonaro não fechou a compra de 70 milhões de doses oferecidas pela Pfizer em agosto do ano passado.

Uma notícia preocupante para o Palácio do Planalto: Omar Aziz e Renan Calheiros, respectivamente presidente e relator da CPI da Pandemia, estão cada vez mais afinados, a começar pela lista de convocações. Mau presságio para o governo, que vê – ou via – em Aziz um contraponto ao oposicionista Renan.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

19.04.21

“Vale-cobaia”

Na tensa negociação com a Pfizer para a antecipação de 1,5 milhão de doses de vacina, o ministro Marcelo Queiroga chegou a usar como argumento o fato de que 1,4 mil brasileiros se apresentaram como voluntários para testar o imunizante do laboratório.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

10.03.21

Vacina da discórdia

Segundo fonte do Ministério da Saúde, o anúncio da compra de vacinas da Pfizer foi motivo de desentendimento entre Jair Bolsonaro e o ministro Eduardo Pazuello. O vazamento da decisão da Pasta de adquirir o imunizante se deu antes que a medida fosse comunicada ao presidente.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

19.01.21

Segunda dose

O RR apurou que, na semana passada, o governador do Mato Grosso, Mauro Mendes, tentou negociar diretamente com a Pfizer a compra de um lote de vacinas contra a Covid-19. Nada feito. A multinacional adotou a política de só vender para governos federais.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

11.12.20

Vacina retórica

Na área técnica da Pasta da Saúde, a leitura é que Eduardo Pazuello jogou para a arquibancada ao dizer que a vacinação contra a Covid-19 pode começar ainda em dezembro “se fecharmos contrato com a Pfizer”. Dentro do Ministério, não há qualquer plano alinhavado capaz de viabilizar o início da imunização em tão pouco tempo.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.