fbpx

Atenção!

As notícias abaixo são de edições passadas.

Para ter acesso ao nosso conteúdo exclusivo, assine o RR.

planos
21.01.22

Audiência cadente

Mais uma “sequela” da Ômicron: segundo o RR apurou, o presidente do STF, Luiz Fux, cogita suspender as sessões presenciais da Corte. Ou seja, ao fim do recesso do Judiciário, em 1 de fevereiro, os julgamentos seriam retomados apenas de forma remota. A se confirmar, a tendência é que o STJ e o TST acompanhem a decisão do Supremo.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

19.01.22

Inflação contagiante

Antes tarde do que nunca, a Secretaria Nacional do Consumidor, vinculada ao Ministério da Justiça, vai abrir investigação sobre os preços dos testes rápidos de Covid-19. Há denúncias de redes de drogarias que inflaram o valor do kit de R$ 90 para R$ 300 em apenas duas semanas, na esteira do aumento da procura causado pela Ômicron.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

18.01.22

Linkedin

A Rede D ́Or é quem mais está recrutando médicos para trabalho temporário. O motivo é o alto número de profissionais fora de combate, contaminados pela Ômicron.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

17.01.22

Vai ter M&A de tudo que é lado

Em 2022, há uma consultora entre as big four que prevê um mega recorde de fusões e aquisições da ordem de mais de 2,5 mil operações – em 2021 foram 1504 casos de M&A. O número parece extravagante. Mas não é. O país está de graça com o risco do câmbio bater um pico de R$ 6,00 o dólar. Fora isso, a Ômicron facilita as transações, pois enfraquece setores e empresas. E há um êxodo de empresários que querem deixar seus negócios e partir para outros países; Portugal é um exemplo. Além do caso das startups que são empresas que nascem para ser vendidas ou objeto de fusão. E a onda de startups parece até com a do Ômicron: nascem dezenas por dia.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

13.01.22

Variante PIB

Há muito medo no governo de que as projeções para o PIB deste ano, que oscilam entre uma alta de 1% e uma queda de 0,5%, venham a se transformar em uma recessão incontestável, com um resultado negativo entre 1% e 1,5%. Essas previsões deverão aparecer no Boletim Focus ainda no primeiro bimestre. O principal fator de contaminação do PIB é a Ômicron.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.

12.01.22

“Bolsa barracão”?

Intramuros, o prefeito de São Paulo, o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, já discute com assessores um possível pacote de ajuda às escolas de samba da cidade caso seja necessário suspender os desfiles por conta da onda Ômicron. São mais de 20 mil empregos diretos e indiretos.

Para poder comentar você precisa estar logado. Clique aqui para entrar.